Para as pessoas que não são da Turquia, Batman significa apenas uma coisa – o super-herói dos filmes e revistas em quadrinhos, que tem um cinto com mil e uma utilidade e vive na cidade de Gotham City. Mas se você é um turco, Batman pode significar outras coisas, tais como um rio, uma província, uma cidade ou mesmo, uma unidade de medida e nenhum delas está relacionada ou foi inspirado no personagem em quadrinhos.

A cidade de Batman, não a fictícia cidade de Gotham City, mas a verdade, é a capital da província de Batman, na região de Anatolia, no sudeste da Turquia. A cidade se localiza próximo a confluência do rio Batman e do rio Tigre. Originalmente a cidade era uma pequena aldeia chamada Iluh, com uma população de cerca de 3.000 habitantes. Com a descoberta de petróleo nas cercanias de Iluh na década de 1940, resultou num rápido desenvolvimento de toda a região e um gradual aumento na população ao longo das próximas décadas. Em 1957, a vila adotou o nome Batman, devido ao rio que fica próximo a cidade.

O rio Batman também nem sempre foi chamado assim. No passado, era conhecido como Kalat, o que significa “noiva” para o povo sírio que povoaram a região. Em grego quer dizer Nymphius, e assim o rio era chamado até o século 18. Já a origem do nome Batman, não está claro, mas acreditasse que começou a ser chamado por esse nome em algum momento do século 19, e provavelmente sendo uma forma abreviada de Bati Raman uma montanha de 1.228 metros de altura localizada nas proximidades. Bati significa ‘ocidente’ em turco, enquanto Raman significa ‘alegria’ em curdo, mas também pode ser uma variante de Rahman, que significa ‘Deus’. Batman também é uma antiga unidade de medida usada para medir a massa, usada durante o Império Otomano. O valor do Batman variou consideravelmente de região para região e em momentos diferentes.

A cidade de Batman na Turquia

A cidade de Batman foi notícia em 2008, após seu prefeito anunciar à imprensa que estava planejando processar a Warner Bros e Christopher Nolan, diretor da trilogia do filme Batman, o Cavaleiro das Trevas por usar o nome no filme sem consultá-lo em primeiro lugar. “Há apenas um Batman no mundo“, disse ele a repórteres. “Os produtores americanos usaram o nome de nossa cidade sem informar-nos.” A ameaça era, no entanto, apenas um golpe publicitário. As histórias em quadrinhos com o Batman apareceu pela primeira vez em 1939, mais de duas décadas antes que a cidade começou a usar tal nome.

Fontes: 1 2

“Tudo o que o homem não conhece não existe para ele. Por isso, o mundo tem para cada um o tamanho que abrange o seu conhecimento”. – Carlos Bernardo González Pecotche

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 1225 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Sobre o Autor

Curioso desde sempre, queria um lugar para guardar às curiosidades de lugares e histórias inusitadas que lia em livros ou pela internet e assim nasceu o site Magnus Mundi em 2015. Me chamo Julio Cesar, sou natural de Blumenau e morador de Porto Belo, litoral de Santa Catarina.

Você pode gostar de ver isso

Faça um comentário

Seu email não será publicado