Próximo aos Rio dos Bugres, distante menos de dez quilômetros do centro da cidade de Urubici, em Santa Catarina, se localiza alguns túneis interligados conhecidos na região como Caverna do Rio dos Bugres e fica num pequeno aclive, escondidos no meio de uma densa vegetação. O local se localiza numa propriedade privada e tem que se pagar uma pequena taxa para ter acesso e poder chegar as cavernas. Os visitantes terão que percorrer um caminho a pé, por uma subida íngreme de cerca de trezentos metros.

Os geólogos divergem quando a origem dos túneis. Para alguns, os túneis ou labirintos interligados são resultado da passagem de lavas vulcânicas em tempos muito remotos. Para outros, os buracos teriam sido feitos por tatus gigantes, animais pré-históricos que habitavam a região.

Os moradores locais dizem que os túneis são de origem desconhecida, mas teriam servido de abrigo para os índios que habitavam a região. Nelas, os “bugres” se protegiam contra o frio intenso da Serra Catarinense e contra os animais selvagens. No entorno das cavernas, existem poços escavados que serviam como armadilhas para capturar animais de grande porte. O acesso a tais poços é proibido por motivo de segurança.

Bugres é uma denominação dada aos indígenas por serem considerados não cristãos pelos europeus. A origem da palavra, vem do francês bougre, e o primeiro registro desta palavra é de 1172, e significa “herético“, que, por sua vez, vem do latim medieval “bulgàrus“. Como membros da Igreja Ortodoxa Grega, os búlgaros foram considerados heréticos pelos católicos e que passou a ser aplicado para os indígenas, no sentido de inculto, selvático, pagão e não cristão.

Fontes: 1 2

“Tudo o que o homem não conhece não existe para ele. Por isso, o mundo tem para cada um o tamanho que abrange o seu conhecimento”. – Carlos Bernardo González Pecotche

Postagens por esse mundo afora

Visualização desde 2014: 793 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Faça um comentário

Seu email não será publicado