As estranhas rochas da montanha da morte

Postado por

À 732 quilômetros da fronteira com a Finlândia e a 20 km do lago Sukkozero, ao sudeste da vila de Sukkajärvi, na região Muezersky da República de Carélia, federação russa, se localiza o monte Vottovaara (Montanha da Morte). O ponto mais alto desta montanha fica a 417 metros acima do nível do mar. Esta região já foi coberta por imensas camadas de gelo, com mais de mil metros de espessura. Cerca de 10.000 anos atrás, o recuo do gelo glacial deixou para trás uma paisagem com estranhas características, que até hoje intrigam os cientistas.

Nesta região inusitada existem cerca de 1.600 rochas de diversos tamanhos, rodeadas por árvores retorcidas, quebradas e envelhecidas. Mas uma das característica mais marcantes em Vottovaara são as suas pedras equilibradas, que consiste em grandes pedras de várias toneladas, apoiadas em pedras menores. Ainda há rochas que parecem escadas que não levam a lugar nenhum, enquanto outra se parece uma piscina precisamente cortada na pedra. Os ventos constantes, pinheiros atrofiados crescendo sob o solo rochoso e por vezes pantanoso e os incêndios induzidos por raios têm dado a essa terra uma característica muito diferente de outras partes de Carélia, região muito conhecida e visitada por turistas, devido as suas florestas, reservas naturais, rios e lagos, alguns certificados como Patrimônio Mundial.

As estranhas rochas da montanha da morte

Alguns estudiosos dizem, que o lugar por milhares de anos, foi um centro sagrado de muitos povos antigos, e que acreditavam que este lugar era um centro místico, onde dominavam forças do mal e uma ponte para outros mundos. No topo da montanha que se estende por uma área de 6 quilômetros quadrados, há muitas pedras “Seid“. As rochas seid são sagradas para o povo indígena Sami que habitou por centenas de anos a região e para eles o lugar é um centro religioso dos xamãs.

Esse povo também acreditavam que cada xamã tinha sua própria pedra e que o espírito dele ficava no lugar após a sua morte. Mulheres e crianças eram proibidos de frequentarem tais lugares. O lugar é associado a muitos sacrifícios, inclusive de humanos e talvez por isso tenha esse nome de montanha da morte. Outra versão para este  nome, seja devido aos finlandeses terem derrotado a Rússia em 30 de novembro de 1939, três meses após o início da Segunda Guerra Mundial, numa batalha chamada Guerra de Inverno e que foi um fiasco para Stalin e seu exército, uma vez que havia 3 soldados russos para cada finlandês em campo.

As estranhas rochas da montanha da morte

Desde tempos imemoriais, o povo Sami (conhecidos como lapões na antiga Rússia) eram conhecidos por serem poderosos feiticeiros e xamãs. Segundo alguns pesquisadores, a raiz da palavra “seid” é um termo dos antigos povos nórdicos, que quer dizer magia ou bruxaria. Nas lendas celtas, “seids” são elfos que tinham ido para um outro mundo mágico através de um portal invisível, localizado numa montanha. A palavra também significava “conhecimento oculto” na antiga Escandinávia e estava relacionado ao Deus Odin.

O que intriga muitos é a escada para o céu, com treze degraus esculpidos na pedra e que termina num precipício. Antigos manuscritos guardados num mosteiro da região, diziam que no final da escada, havia um trono esculpido num único bloco de pedra, que com o passar dos anos acabou caindo da montanha, porem os monges não dão maiores detalhes sobre a criação das enigmáticas pedras.

As estranhas rochas da montanha da morte

Existem muitas versões sobre a origem das pedras e como elas foram criadas e algumas colocadas sobre pedestais. Cientistas que estudaram a região não encontraram nada que levasse a crer que muitas dessas pedras fossem criação do povo Sami, e outros dizem que tal povo não tinha tecnologia suficiente para isso e que o trabalho é de uma civilização mais avançada que existiu anteriormente. Mas a grande maioria são unânimes em afirmar que tais rochas são definitivamente naturais.

O degelo dos glaciares são conhecidos por esculpir formas surpreendentes e por deixar rochas como essas com aparência única e incomum. O que levanta mais mistério ainda sobre a montanha Vottovaara, é que uma divisão da elite SS nazista visitou a montanha durante a Segunda Guerra Mundial. Na região não havia instalações militares ou mesmo lugares estratégicos ou qualquer tipo de mineral que pudessem interessar Hitler, e supõem-se que eles estavam mesmo atrás, de algum artefato místico ou comprovar as histórias sobrenaturais do lugar.

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

As estranhas rochas da montanha da morte

Fontes: 1 2 3 4

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 765 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up ©2020 OceanSite - Desenvolvimento de sites e aplicativos