Bhangarh Fort, conhecida localmente como Bhoot Bangla (Casa dos Fantasmas) se localizada na colina Aravali, da reserva Sariska Tiger, no distrito de Alwar, entre a cidade de mesmo nome e Jaipur. Se situa à cerca de 235 quilômetros de Delhi, no estado de Rajastão, na Índia. Foi construído no século 17 durante o reinado de Bhagwant Das (1550-1614), um marajá poderoso, que mandou construí-lo em 1573, para seu filho mais novo Madho Singh I.

No seu auge, chegou a ter 10.000 habitantes, sendo conhecida naquele tempo pela ostentação de riqueza, tanto na arquitetura, quanto nas pessoas que viviam por lá e a defesa da cidade foi tão bem planejada pelos arquitetos indianos na época, que ela é cercada de montanhas em três lados, tendo somente três portões principais. A construção do forte foi inspirado na cidade medieval de Shahjahanabad, com quatro enormes portões de madeira em todas as direções.

Banghar Fort, antiga cidade assombrada da Índia

Placa do governo indiano, proibindo a permanência no local a noite | Crédito da foto

Apesar das estradas ruins e o lugar ser de difícil acesso, a cidade em ruínas acabou se transformando em atração turística. A aldeia mais perto é Gola ka Baas, com aproximadamente 1.300 habitantes, tendo cerca de 200 residências. A aldeia se desenvolveu fora dos limites do forte, devidos aos seus habitantes terem medo de supostos fantasmas que assombram a antiga cidade.

O moradores alegam ouvir vozes, risadas e músicas vindo das ruínas a noite, e ninguém se atreve a chegar perto delas depois do anoitecer. A história relata que o declínio de Bhangarh Fort começou em 1630, após Chhatr Singh, filho de Madho Singh ser morto num ataque. Em 1783, a cidade foi completamente abandonada, após a população restante do lugar começar a passar fome.

É cidade é considerada como a mais assombrada da Índia e há duas lendas locais narrando a história da maldição da cidade fortaleza. A primeira lenda afirma que o marajá ergueu o forte após obter a devida permissão de um sadhu (guru) chamado Baba Balak Nath, que vivia por lá; tendo ele concordado com a construção, com uma condição, que dizia:

No momento em que as sombras de alguma construção cair sobre minha casa, a cidade não será mais como era“. Ignorando tal profecia, um descendente ambicioso aumentou as fortificações verticalmente numa altura tal que a sombra chegasse ao retiro de Baba Balak Nath e assim a cidade caiu em desgraça, como profetizado.

Em outra versão, um mago chamado Sinhai, adepto da magia negra caiu de amores por Ratnavati, a princesa de Bhangarh. A princesa era muito bonita e tinha vários pretendentes de famílias nobres que queriam casar com ela. Um dia a princesa com 18 anos de idade, foi às compras com suas amigas. Elas estavam experimentando ittar (perfume), quando o mago sorrateiramente substituiu um que ela havia escolhido por uma poção, com a intenção de que ela se apaixonasse e casasse com ele.

No entanto, a princesa percebeu a trapaça do mago e jogou o recipeinte sobre uma pedra grande de uma encosta. Como resultado a pedra começou a rolar e caiu sobre o mago, lhe esmagou o corpo. Antes de morrer, ele amaldiçoou Bhangarh dizendo que a cidade seria destruída em breve e que ninguém seria capaz de viver dentro de seus muros.

Depois disso, a cidade foi invadida pelos mongóis do norte, sendo cercada e saqueada e todas as pessoas foram mortas, incluído a princesa. O atual estado do forte é atribuída à maldição do mago e às pessoas acreditam que os fantasmas no forte são o da princesa e do mago.

Lendas e maldições a parte, na realidade, ninguém sabe ao certo porque a Bhangarh foi abandonada. Desta forma, também ocorreu em diversos outros lugares no mundo, onde civilizações construíram cidades magnificas e depois deixadas no abandono, sem que se pudesse ter uma certeza do porquê, e lendas aparecem para dar alguma explicação popular. A maioria são apenas isso: lendas, enquanto outras podem conter alguma verdade nelas.

O certo é que, fantasmas, evacuações, maldições deram a Bhangarh a reputação de mal assombrado, e está assim a mais de 400 anos envolvido com assombrações e lendas de fantasmas que rondam a antiga cidade. Há uma placa na entrada colocada pela Archaeological Survey of India (ASI) proibindo a permanência no lugar depois do pôr do sol, e moradores locais dizem que quem teima em ficar a noite, nunca mais volta!

Artigo publicado originalmente em julho de 2016

Fontes: 1 2

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 1916 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Faça um comentário

Seu email não será publicado