Festas e Eventos

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

O Natal na Rússia é diferente do Natal celebrado no resto do mundo. Ele é comemorado no dia sete de janeiro, em vez do dia 25 de dezembro. A data é diferente porque a igreja ortodoxa russa, que acolhe 39 por cento dos cristãos ortodoxos do mundo, usa o antigo calendário juliano para os dias de celebração religiosa. Essa divergência acontece porque, quando o cristianismo se dividiu em católico e ortodoxo, ambos adotavam o calendário juliano, criado sob o reinado de Júlio César em 45 a.C. Porém em 1582, o Papa Gregório XIII promulgou um documento no qual eram corrigidos algumas defasagens de equinócios e solstícios, o que fazia com que o calendário ficasse sempre irregular. Com essa nova versão, o calendário gregoriano foi treze dias para frente.

A celebração de Natal na Rússia

A Rússia continuou usando o calendário juliano, tanto na igreja quanto na vida cotidiana. O Natal russo começou a ser diferente do resto do mundo após a Revolução Russa de 1917, quando as celebrações religiosas foram banidas pelo novo regime socialista e oficialmente ateu em 1929. As árvores de Natal eram proibidas até 1935, quando se transformaram, em “Árvores do Ano Novo“.

Assim, o povo russo começou a adotar as tradições de Natal, como a decoração de árvores de abeto, encontros familiares e trocas de presentes como parte da celebração secular do Ano Novo. O Natal tornou-se oficial na Rússia após a década de 1990, com a queda do regime comunista e começou a recuperar a popularidade apenas recentemente, mas a celebração do Ano Novo ainda é muito importante para os russos, às vezes até mais que o Natal.

A celebração de Natal na Rússia

Muitos cristãos ortodoxos também evitam comer carne e peixe durante o período de 40 dias da Quaresma que antecede o dia de Natal. O período da Quaresma termina com a ascensão da primeira estrela n céu noturno em seis de janeiro. Naquele dia, muitos cristãos vão à igreja para participar de vários serviços religiosos, incluindo a liturgia de Natal. A noite é hora de familiares e amigos se reunirem em jantares suntuosos, geralmente com doze pratos para homenagear cada um dos doze apóstolos.

A celebração de Natal na Rússia

O Ano Novo também é quando o Ded Moroz traz presentes para as crianças, e ele é acompanhado por sua neta, Snegurochka. As crianças na véspera de Ano Novo, fazem um círculo ao redor da árvore de Natal e fazem pedido a Ded Moroz. O Natal oficial e os feriados na Rússia duram de 31 de dezembro a 10 de janeiro. Durante este período festivo de onze dias, feiras de Natal abrem em todas as cidades do país. Em Moscou especialmente, a cidade se transforma em uma terra mágica com edifícios e árvores iluminadas.

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

A celebração de Natal na Rússia

Fontes: 1 2 3

“Liberdade de voar num horizonte qualquer, liberdade de pousar onde o coração quiser”. – Cecília Meirelles

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 167 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Festas e Eventos

Me chamo Julio Cesar, e moro no litoral de Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, que tem como objetivo descrever lugares curiosos, estranhos ou inóspitos, bem como lendas, eventos inusitados pelo mundo afora.

Veja mais em Festas e Eventos

Cardrona Bra Fence, curiosa cerca dos sutiãs

Magnus Mundi16 de Abril de 2018

Dragon Escalator, a escada rolante do dragão na China

Magnus Mundi13 de Janeiro de 2018

A árvore de Natal do Monte Ingino

Magnus Mundi21 de dezembro de 2017

A batalha das fogueiras da Holanda

Magnus Mundi20 de novembro de 2017

A casa da abóbora de Kenova

Magnus Mundi31 de outubro de 2017

Rios de sangue da Eid al-Adha, em Bangladesh

Magnus Mundi6 de outubro de 2017

Gävle Goat, a cabra vandalizada da Suécia

Magnus Mundi24 de dezembro de 2016

Dia dos Mortos, quando o México se enche de vida

Magnus Mundi30 de outubro de 2016

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Magnus Mundi18 de setembro de 2016