Arte

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, é um museu de 15.000 m2 inaugurado em 2012, construído especialmente para abrigar as obras do renomado artista Dale Chihuly, sendo a maior e mais expressiva coleção de objetos de vidro do artista, concentrados num único lugar, e foi construído literalmente aos pés da torre Space Needle, o famoso cartão postal de Seattle, nos Estados Unidos. No lugar, também funciona um cinema, livraria, auditório e um café, onde no teto, tem dezenas de acordeões pendurados, que faziam parte da coleção particular do artista.

Nativo do estado de Washington, Dale Chihuly é considerado um dos mestres da milenar arte da moldagem de vidro com fogo e ar. Em seus quase 30 anos de carreira, o artista influenciou de maneira decisiva o “Glass Blowing” como forma de expressão artística nos EUA e no mundo. Com obras espalhadas por mais de 230 museus e jardins botânicos mundo afora, as mais de 100 exposições que o artista já realizou, atraíram juntas um público de mais de 12 milhões de espectadores.

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

No Chihuly Garden and Glass, o artista nos leva a explorar sua obra muito além da apresentação tradicional dentro de uma galeria de arte. Ela pode ser encontrada basicamente em três diferentes contextos. No Exhibition Hall encontramos oito ambientes. Onde além de um resumo de toda sua carreira, podemos observar um pouco da evolução da obra de Chihuly ao longo dos anos. Os ambientes na parte indoor do museu são: Glass Forest, Northwest Room, Sealife Room, Persian Ceiling, Mille Fiori, Ikebana and Float Boat, Chandeliers e Macchia Forest. Além das obras dentro das 8 galerias, diversas obras dispostas no jardim e dentro de um conservatório especialmente construído para abrigar uma montagem inédita com cerca de 1.400 Persian Glasses que vistas de dentro da “estufa” emolduram a Space Needle.

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Já do lado de fora da estufa, fica o The Garden of Glass, um jardim que misturado com o verde, pode ser encontrado vários objetos de vidro espalhados pela área, e com quatro grandes esculturas. Entre elas uma réplica em menor tamanho da Lime Green Icicle cuja original se encontra na cidade de Boston, um enorme sol de vidro (Seatlle Sun) com cerca de cinco metros de diâmetro e outras instalações. Outra coisa que é o máximo é a quantidade de peças que fazem o conjunto da mostra. Afinal de contas o artista continua fiel a sua filosofia: “When one is good, a dozen is better”.

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Chihuly Garden and Glass, o fantástico mundo do vidro

Dale Chihuly

Site: www.chihulygardenandglass.com

Fontes: 1 2

“Verba volant, scripta manent” (As palavras voam, os escritos permanecem)

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 241 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado

Faça nosso trabalho valer a pena. Deixe seu comentário!

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arte

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo/SC. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, um site sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como histórias inusitadas de pessoas, lendas, eventos e outros assuntos interessantes. Feito para as pessoas que gostam de saber mais sobre um determinado assunto que é tratado superficialmente por outros sites do gênero.

Veja mais em Arte

Jesus sem-teto, a estátua polêmica dos mendigos

Magnus Mundi17 de novembro de 2018

Cadillac Ranch: A fazenda dos Cadillacs

Magnus Mundi15 de novembro de 2018

A arte biodegradável do suiço Saype

Magnus Mundi8 de setembro de 2018

Leão Oriental, a maior escultura de madeira do mundo

Magnus Mundi17 de março de 2018

The Kelpies, o monumento aos espíritos da água

Magnus Mundi9 de março de 2018

Michelangelo e a Capela Sistina

Magnus Mundi5 de fevereiro de 2018

Cristo Redentor, o símbolo do Brasil

Magnus Mundi12 de janeiro de 2018

Os desenhos escondidos de Michelangelo

Magnus Mundi12 de novembro de 2017

Colossos de Memnon, as estátuas que cantavam

Magnus Mundi13 de outubro de 2017

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up