Festas e Eventos

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Quanto você pensa que já viu tudo nesse mundo, sempre aparece algo novo para surpreende-lo e quando é algo de um passado distante, mais cabeludo o troço fica. Entre 1912 e 1920, acontecia na França, um concurso dos mais esquisitos já vistos. Era um concursos chamado de Concours de Pare-boues, que consistia dos carros andar por uma rua enlameada e espirrar a menor quantidade de lama em painéis brancos ao lado da estrada.

A competição era organizada pela delegacia de polícia local e realizada em dias de chuvas nas ruas de Versalhes, a cerca de 16 quilômetros de Paris e premiava o inventor que conseguisse adaptar um dispositivo nas rodas de um carro, que suprimisse os respingos de lama. O carro que menos jogasse lama nos painéis demarcados com gráficos, seria o vencedor.

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Assim que o automóvel passasse, era anotado o resultado de cada painel e já havia uma pessoa esperando com um balde de água e uma escova para lavar o painel para o próximo competidor.

Não se sabe, se essa competição era puramente esportiva ou tinha como objetivo encontrar uma solução prática para o problema dos carros respingarem água e lama. Naquela época, a grande maioria das estradas eram precárias e sem calçamento, a lama arremessada pelas rodas dos veículos deveria ser algo muito incomodo. Apesar de poder ser visto em algumas fotos, que a competição era feito numa rua calçada de Versalhes.

Confira mais imagem desta competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

Concours de Pare-boues, uma competição inusitada

“Tudo o que o homem não conhece não existe para ele. Por isso, o mundo tem para cada um o tamanho que abrange o seu conhecimento”. – Carlos Bernardo González Pecotche

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 104 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado

Comentários Facebook

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Festas e Eventos

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo, Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, uma revista digital feita para pessoas que gostam de ler e saber mais profundamente sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como lendas, eventos e outros assuntos inusitados.

Veja mais em Festas e Eventos

Oktoberfest, a maior festa alemã do mundo

Magnus Mundi20 de outubro de 2018

Cardrona Bra Fence, curiosa cerca dos sutiãs

Magnus Mundi16 de abril de 2018

Dragon Escalator, a escada rolante do dragão na China

Magnus Mundi13 de janeiro de 2018

A celebração de Natal na Rússia

Magnus Mundi22 de dezembro de 2017

A árvore de Natal do Monte Ingino

Magnus Mundi21 de dezembro de 2017

A batalha das fogueiras da Holanda

Magnus Mundi20 de novembro de 2017

A casa da abóbora de Kenova

Magnus Mundi31 de outubro de 2017

Rios de sangue da Eid al-Adha, em Bangladesh

Magnus Mundi6 de outubro de 2017

Gävle Goat, a cabra vandalizada da Suécia

Magnus Mundi24 de dezembro de 2016
Scroll Up