Inóspitos

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Perto da fronteira sul de Salar de Arizaro, a sexta maior planície de sal da terra e a segunda maior na Argentina, com 1.600 quilômetros quadrados, a setenta quilômetro da vila de Tolar Grande e Caipe, na província de Salta, encontra-se uma pirâmide vulcânica estranha. Um cone quase perfeito e considerado um dos mais perfeito do mundo, que se eleva de forma inesperada no meio da planície de sal, num dos lugares mais desabitado e isolado da Argentina.

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Este é El Cono de Arita ou Cerro Cono, uma montanha que se eleva 122 metros acima da superfície do deserto de sal e a 3.689 metros acima do nível do mar. Seu nome vem da língua aymara onde arita significa “afiado/agudo“. A região é rica em sal formado entre cinco e dez milhões de anos atrás, quando um mar salgado pode ter coberto a terra, trazido à superfície pelo magma que fluiu do subsolo. Ferro, mármore, ônix, potássio, boro e cobre também são relativamente abundantes.

A inusitada montanha tem um significado religioso importante para o povo indígena de Tolar Grande. De acordo com os vestígios arqueológicos encontrados no cone, o lugar era um centro cerimonial, antes da chegada dos Incas. No início do século 20, acreditava-se que um cone tão perfeita só poderia ter sido construída pelo homem. Mas Cono de Arita é natural e acredita-se ser um pequeno vulcão que faltou força para irrompeu uma abertura e por isso nunca jogou lava ou desenvolveu uma cratera.

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita também é um dos locais mais pródigos em avistamentos de UFOs e com vários incidentes relatados, como em abril de 1956, quando um UFO cilíndrico em forma de charuto sobrevoou o cone, quatro vezes no mesmo dia.

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Cono de Arita, a pirâmide enigmática

Fontes: 1 2

“Aprenda com o ontem, viva para o hoje, acredite no amanhã. O importante é não parar de questionar!”. – Albert Einstein

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 471 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado
Ver Comentários (2)

2 Comentários

  1. Mirella

    20 de maio de 2018 às 23:48

    Estive lá e acho que as distâncias informadas estão erradas, ele não tem 10 km.

    • Magnus Mundi

      22 de maio de 2018 às 10:03

      Bem Mirella, quando não se conhece pessoalmente algo, esse tipo de erro acontece, e acabamos escrevendo como lemos ou traduzimos da fonte. Ao ver seu comentário e olhando as fotos da montanha, vi mesmo que ela não poderia ter essas dimensões toda e eliminei tais dimensões do artigo. A ideia é essa mesma, deixar o texto o mais exato possível. Obrigado

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inóspitos

Me chamo Julio Cesar, e moro no litoral de Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, que tem como objetivo descrever lugares curiosos, estranhos ou inóspitos, bem como lendas, eventos inusitados pelo mundo afora.

Veja mais em Inóspitos

Skull Rock, a ilha da caveira da Austrália

Magnus Mundi1 de julho de 2018

Pitcairn, a ilha perdida dos amotinados

Magnus Mundi25 de junho de 2018

A incrível história de Burro Schmidt e seu túnel

Magnus Mundi18 de junho de 2018

Gocta, a catarata escondida do Peru

Magnus Mundi15 de junho de 2018

O misterioso Vidro do Deserto da Líbia

Magnus Mundi10 de junho de 2018

Eredo de Sungbo, o maior monumento da África que nunca se ouviu falar

Magnus Mundi5 de junho de 2018

Sentinelas da Bretanha

Magnus Mundi31 de março de 2018

Happy End, acidentes de aviões com finais felizes

Magnus Mundi31 de março de 2018

Lítla Dímun, a ilha coberta de nuvens

Magnus Mundi25 de março de 2018