Curiosa formação que intriga os cientistas

Postado por

Uma curiosa formação, feito em um padrão rítmico de pequenas pontas e baías que a maré cria ao invadir as praias e que ocorrem em todas as praias do mundo, mas são mais perceptíveis em determinadas praias, como em Dorset, na Inglaterra, e são chamadas  de “cúspides“, vem intrigando os cientistas há mais de 50 anos, pois eles não conseguem chegar a uma conclusão de como as forças que controlam esse fenômeno natural age para criar tais formações, e muitas teorias já foram redigidas, mas de concreto, nada foi esclarecido.

beach-cusps-002

Shumagin Island – Alaska | Crédito da foto

Cúspides de praia, que muitas vezes aparecem durante ou após as tempestades, são incomuns porque seu espaçamento é uniforme e regular. O tamanho dessas formações geralmente são de poucos metros de comprimento, mas já foram observados grandes formações, onde o diâmetro chegava a mais de 60 metros. Se você não acredita em aliens ou poderes sobrenaturais, existem duas teorias vigentes sobre a sua formação. A primeira teoria diz que o fenômeno envolve as interações entre as ondas normais, que se aproximam da costa, e as ondas que já estão mais próximas da costa. Esta interação formaria pontos regularmente espaçados. Já uma segunda hipótese afirma que as cúspides resultam da frequência da interação entre a onda e a areia ao longo do tempo, criando uma espécie de repetição. Muitos cientistas acreditam que essas duas teorias podem trabalhar em conjunto para criar estas estruturas curiosas.

Na Wikipedia, há um conceito que diz: Cúspides de praia são formações na linha costeira composta de vários sedimentos em um padrão de arco. Onde nas pontas ou chifres há um acumulo de sedimentos mais grosso, enquanto na baía formada, contém um material mais fino, que pode ser observado na imagem a seguir e que as formações podem ser encontradas em praias de todo o mundo, mas são mais observadas na orla litorânea com sedimentação mais grossa e também mais íngremes. No entanto, ao que parece, embora existam hipóteses, não há ainda um experimento que tenha produzido o fenômeno em laboratório para comprovar as teorias.

Granada – Espanha | Crédito da foto

beach-cusps-003

Palomarin Beach – Califórnia | Crédito da foto

beach-cusps-004

Palomarin Beach – Califórnia | Crédito da foto

beach-cusps-007

Jurassic Coast – Dorset/Inglaterra | Crédito da foto

beach-cusps-008

Cadiz – Espanha | Crédito da foto

beach-cusps-001

Jurassic Coast – Dorset/Inglaterra | Crédito da foto

Fonte: 1 2

“Verba volant, scripta manent” (As palavras voam, os escritos permanecem)

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 867 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up