Animais

Dragão Azul, a beleza perigosa

Dragão Azul, a beleza perigosa

O Glaucus atlanticus, ou Blue Dragon (Dragão azul), é muitas vezes chamado como a “Frota Azul”, porque seu meio usual de transporte é flutuar no oceano e deixar se levar pelas correntes. Isso é feito aos milhares, transformando as águas em um espetáculo incrível.

Dragão Azul, a beleza perigosa Embora o show seja de uma beleza intensa, o dragão azul é capaz de injetar  substâncias tóxicas através da pele humana e por isso que são considerados  animais muito perigosos. O veneno está em sacos localizados nas pontas dos seus apêndices (os “dedos” das suas extremidades).

O Glaucus atlanticus é uma espécie de lesma do mar, um molusco gastrópode marinho da família Glaucidae. Esta é a única espécie do gênero Glaucus, mas está intimamente relacionado com Glaucilla marginata, outro membro da família Glaucidae.

Medem normalmente três a quatro centímetros de comprimento, mas alguns espécimes podem atingir os seis centímetros. Apresenta uma coloração azul-prateada na face dorsal e azul pálido na face ventral. O pé é raiado por faixas longitudinais azul escuras ou negras. O corpo é tronco-cónico, aplainado, com seis apêndices que se ramificam em raios afilados. A rádula tem dentes que se assemelham a minúsculas espadas.

Dragão Azul, a beleza perigosa

Vive nas águas temperadas e tropicais de todos os oceanos. Entre as regiões onde esta lesma do mar ocorre incluem-se as costas leste e sul da África do Sul, as águas europeias, a costa leste da Austrália, as costas de Moçambique. Essas lesmas do mar são pelágicos: elas flutuam de cabeça para baixo usando a tensão superficial da água para se manter, onde são levados pelos ventos e correntes oceânicas. Glaucus atlanticus é camuflada: o lado azul do seu corpo virado para cima, combinando com o azul da água. O lado prateado é virado para baixo, misturando-se com a superfície prateada do mar. Glaucus atlanticus, como a maioria das lesmas do mar, é uma espécie hermafrodita apresentando tanto órgãos sexuais masculinos como femininos.

Dragão Azul, a beleza perigosa

Dragão Azul, a beleza perigosa

Publicado em 10/04/2015

Fonte: 1

“Verba volant, scripta manent” (As palavras voam, os escritos permanecem)

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 1744 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Este site é um projeto de um homem só, desenvolvido durante seu tempo livre, por favor, deixe um comentário do que achou do artigo. Ele será muito importante e também estou aberto a críticas construtivas.
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Animais

Curioso desde sempre, queria um lugar para guardar às curiosidades de lugares e histórias inusitadas que lia em livros ou pela internet e assim nasceu o site Magnus Mundi em 2015. Me chamo Julio Cesar, sou natural de Blumenau e morador de Porto Belo, litoral de Santa Catarina.

Veja mais em Animais

Jack, o babuíno sinaleiro

Magnus Mundi30 de agosto de 2019

Clay Lick, as encostas de barro que as aves gostam de comer

Magnus Mundi21 de agosto de 2019

Projeto Isabela: Cabras traindo cabras nas ilhas Galápagos

Magnus Mundi17 de agosto de 2019

Mocha Dick, a baleia que inspirou Moby Dick

Magnus Mundi17 de junho de 2019

O exótico café Jacu Bird

Magnus Mundi4 de junho de 2019

As incomuns escadas de gatos da Suíça

Magnus Mundi19 de maio de 2019

Íbex, a cabra escaladora de barragens

Magnus Mundi29 de abril de 2019

Ilha Stephen, onde os gatos deram fim a uma espécie de ave

Magnus Mundi10 de abril de 2019

Bracken Bat Cave, a maior colônia de morcegos do mundo

Magnus Mundi7 de março de 2019

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up