El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

Postado por

A Árvore El Gigante está localizada no município de Santa María del Tule, há 20 minutos da cidade de Oaxaca de Juárez, no estado de Oaxaca, no México. Com a idade estimada em mais de dois mil anos, esta árvore é uma das mais antigas e maiores do mundo. É conhecido como Ahuehuete, cipreste mexicano, cipreste de Moctezuma, El Gigante, El Árbol del Tule ou El Sabino del Tule.

Ahuehuete é uma palavra da língua náhuatl que significa “árbol viejo del agua” (velho d’água), pois costuma crescer em lugares pantanosos. Sua denominação técnica é Taxodium mucronatum, da Família Taxodiacea, pertence à família dos ciprestes; é mais como uma sequoia, se isso pode servir para dar uma ideia. Seu tronco tem 58 metros de circunferência e 14 metros de diâmetro. O tronco é tão grande que são necessário até trinta pessoas, com os braços estendidos para abraçá-la, sendo considerada a árvore mais grossa do mundo. A sua altura é de 42 metros, o seu volume estimado é de 817 m³ e estima-se o peso em 636 toneladas.

El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

A árvore é tão alta que supera igreja principal da cidade e suas torres. Sua fama é tão grande que ofusca tudo o que a cidade representa. Na verdade, a cidade inteira parece ser construída em torno desta particularmente grande árvore de cipreste com o seu mercado de artesanato, igreja e praça, todos em volta dela, mas na cidade ainda existe mais sete árvores consideradas grandes. Toda a vida e subsistência gira em torno desta árvore. No tronco, existem nódulos que com um pouco de imaginação, é possível ver figuras de animais, onde podem ser vistas as figuras de um crocodilo, urso, elefante, lebre, esquilo, patos e de outros animais.

El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

Tradicionalmente, a população de Tule ganhava a vida extraindo e processando cal para a venda na cidade de Oaxaca. No século 20, grande parte da população se tornou agricultor no cultivo de milho, feijão, grão de bico e alfafa. Com a industrialização, a economia de Santa María del Tule tornou-se diversificada e a árvore se tornou o centro do turismo para a comunidade. Pelo menos três quartos da população da cidade dependem diretamente da árvore para a sua subsistência. Santa María del Tule costumava ser um lago cercado por pântanos onde existiam muitos ciprestes. Hoje, o lago secou e os pântanos desapareceram. Mais recentemente, o aumento da urbanização e da agricultura irrigada diminuiu o lençol freático, ameaçando a sobrevivência da árvore. Foi construído um sistema de irrigação para regá-la e uma cerca de ferro para protegê-la. Moradores locais celebram a famosa Árvore Tule com uma festa a cada 7 de outubro.site médico

El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

Sobre sua origem, existe uma lenda popular que diz, que um certo Rey Condoy, homem de grande força física e invencível, que dominava os elevados de Zempoaltépetl, na Serra Mixe, encaminhou-se para Mitla para construir seu palácio, pois havia rumores que um outro rei ia construir uma grande cidade no mesmo lugar. Como trabalhava durante a noite, o canto noturno de um galo o assustou e fez com que suspendesse seu trabalho. Até hoje a crença popular é que esses palácios não concluídos são, agora, as ruínas de Mitla. Quando Condoy saiu de Mitla e foi para Oaxaca, sentiu-se muito cansado e, ao passar pelo lugar chamado Tule, decidiu sentar-se e descansar; cravou no solo seu bastão de comando, que pesava 62 kg, e este começou a brotar. Foi assim que Condoy plantou a maior árvore do mundo e, no dia em que esta secar, Condoy também morrerá. Para os Mixes, Condoy ainda vive e reside na parte alta da Sierra Madre Oriental.

El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

El Gigante, a árvore de Santa María del Tule

Fontes: 1

“Verba volant, scripta manent” (As palavras voam, os escritos permanecem)

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 272 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up