Animais

Giant Spider Crabs, um exército no fundo do mar

Giant Spider Crabs, um exército no fundo do mar
Giant Spider Crabs, um exército no fundo do mar

O caranguejo gigante trocando de carapaça

Todos os anos, no período do inverno, entre maio e julho, cerca de 250.000 caranguejos gigantes, conhecidos como Giant Spider Crabs (Leptomithrax gaimardii) que passam a maior parte de suas vidas em aguas profundas, trilham o caminho até as águas mais rasas da Baía de Port Phillip, em Melbourne na Austrália. Apesar de seu tamanho, quando esse caranguejo está sozinho, muitas vezes é difícil de encontra-lo no fundo do mar, porque ele tem o costume de se camuflar, utilizando algas, pedaços de coral e conchas que colocam sobre sua carapaça. No entanto, quando esse exército de caranguejos famintos estão em marcha, é fácil de detectá-los, e por onde eles passam, eles comem tudo que encontram.

Ninguém sabe ao certo, o porquê dessa migração, mas pesquisadores acreditam, que fazem isso para mudar suas carapaças em segurança nas águas rasas da baía. Se acreditava que a migração estava relacionado ao acasalamento, mas provou ser improvável, pois estudos feitos, seguindo a marcha dos caranguejos, foram relatados poucos casais se acasalando. Também não se sabe ao certo, o que acontece após se dispersarem de volta para águas profundas.

Giant Spider Crabs, um exército no fundo do mar

Centenas de carapaças vazias deixadas na baía de Port Phillip, na Austrália

Como a maioria dos crustáceos, uma armadura protege estes caranguejos, não permitindo, no entanto, que eles cresçam. Então os caranguejos precisam se livrar da casca antiga e cultivar uma nova maior. Para fazer isso, eles segregam uma enzima especial que separa o antigo escudo da pele subjacente, enquanto uma nova casca fininha e macia é secretada sob a antiga. Os caranguejos começam então a absorver a água do mar e incham, fazendo com que a casca velha se desfaça.

O processo de troca de casca acontece quase que simultaneamente, permitindo que os crustáceos cresçam, ajudando a livrá-los de parasitas e outros animais que crescem em suas conchas incluindo bactérias que podem enfraquecer e corroer sua armadura de proteção. Os pesquisadores acreditam que a aglomeração e a muda de casca em conjunto reduza a chance de que serem comidos, já que durante este processo de muda, os caranguejos ficam vulneráveis ao ataques de arraias e outros predadores, sendo a casca nova mole e de um tom laranja intenso, muito chamativo.

Fontes: 1 2 3

“Verba volant, scripta manent” (As palavras voam, os escritos permanecem)

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 185 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado

Faça nosso trabalho valer a pena. Deixe seu comentário!

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Animais

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo/SC. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, um site sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como histórias inusitadas de pessoas, lendas, eventos e outros assuntos interessantes.

Veja mais em Animais

Globsters: quando monstros marinhos encalham nas praias

Magnus Mundi12 de fevereiro de 2019

Dindim, o pinguim que sempre retorna para quem o ajudou

Magnus Mundi10 de dezembro de 2018

Ant mill, as espirais da morte das formigas

Magnus Mundi8 de dezembro de 2018

O pântano de sangue da ilha de Ramree

Magnus Mundi6 de dezembro de 2018

Spirobranchus giganteus, o verme árvore de Natal

Magnus Mundi3 de dezembro de 2018

As cabras escaladoras do Marrocos

Magnus Mundi29 de novembro de 2018

Pirâmide de Ball, a maior ilha vulcânica do mundo

Magnus Mundi24 de novembro de 2018

Aula Museo Abejas del Valle, o museu das abelhas

Magnus Mundi22 de novembro de 2018

Fish wheels, roda de peixes para capturar salmões

Magnus Mundi20 de novembro de 2018

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up