Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Postado por

Quando o Rei Henry VIII, em 1516 estabeleceu a primeira rota postal entre Londres e Dover, nomeando o primeiro Master of the Posts, o Royal Mail têm estado à frente das comunicações na Inglaterra. Durante seu primeiro século, o Royal Mail era um serviço exclusivo para a Realeza Inglesa. Foi somente em 1635 que a primeira agência do Post Office foi aberta ao público em Londres. Foi bem mais tarde, em meados do século 18, que o Royal Mail se estabeleceu com uma instituição nacional.

Nos primeiros anos do século 20, Londres começou a ter problemas de entrega. Antes da Primeira Guerra Mundial (1914-1918), as ruas da maior cidade da Europa estavam lotadas de carroças e, cada vez mais, de novas invenções chamadas automóveis. Os trabalhadores dos Correios que transportavam o sangue vital do comércio e das comunicações viam-se presos atrás de cavalos empacados ou ficavam imobilizados pela famosa neblina da capital britânica.

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Crédito da foto: Miles Willis/ The Postal Museum and Mail Rail

Os administradores da cidade inventaram uma solução para a crescente crise postal: descer ao subsolo. Vagões elétricos do correio que corressem sob as ruas de Londres não teriam que enfrentar a neblina cegante ou congestionamentos. E assim nasceu o sistema Mail Rail, o trem postal. A rede de túneis com cerca de 10,5 quilômetros de comprimento fica 21 metros abaixo do nível da rua. Seu coração eram trens movidos a eletricidade, sem condutor, que transportavam a correspondência abaixo da cidade. Isso durou quase um século, até que os custos crescentes fizeram o sistema parar. No seu auge, a Mail Rail operava 22 horas por dia e chegou a transportar quatro milhões de encomendas num único dia.

Ainda em 1855, os governantes de Londres, preocupados com os atrasos do correio, começaram a planejar uma rede subterrânea de trens postais. O que viria a ser o trem postal foi criação de um comitê de viabilidade montado em 1909. Quatro anos depois, os legisladores de Londres aprovaram a lei da ferrovia, e a construção começou em 1914.

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Crédito da foto: Miles Willis/ The Postal Museum and Mail Rail

Foi também o início da Primeira Guerra Mundial, e embora as escavações tenham continuado enquanto o Reino Unido era arrastada para o turbilhão, o metal na época ia para as armas e munições, e não para os trilhos. Assim, os túneis foram cavados, mas os trilhos só foram instalados muito mais tarde. E o país encontrou outra utilidade para a rede de túneis secretos, sendo usados para armazenar e proteger tesouros artísticos da Galeria Nacional de Retratos e da Tate Gallery, incluindo a Pedra da Rosetta, que foi usada para traduzir a linguagem dos hieróglifos egípcios.

A construção do Mail Rail foi retomada depois da guerra, e o primeiro trecho inaugurado em 1927, alguns dias antes do Natal. Em março do ano seguinte, todo o sistema estava funcionando, com 90 vagões ao todo, construídos pela English Electric, sendo usualmente operados em grupos de três vagões. Novos vagões e estações maiores vieram com os anos, mas o fluxo do correio raramente perdia o ritmo.

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Crédito da foto: Miles Willis/ The Postal Museum and Mail Rail

Durante a Segunda Guerra Mundial, o trem postal desacelerou quando suas estações foram usadas como dormitórios para as tropas. Durante os bombardeios da Alemanha nazista a Londres, os túneis foram inundados diversas vezes. Mas o período mais longo de interrupção foram três semanas. Mesmo então, a correspondência simplesmente seguia pelas ruas.

O tráfego do trem postal atingiu o pico em 1962, mas duas décadas depois uma pesquisa dos correios descobriu que o sistema ainda podia entregar cartas por um custo 40% menor do que transportá-las pelas ruas. Em 2003, essa equação se inverteu. As ruas foram alargadas e melhoradas e o transporte por caminhão era mais econômico e assim, o sistema de trem postal foi encerrado.

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Crédito da foto: Miles Willis/ The Postal Museum and Mail Rail

Durante mais de uma década os trilhos ficaram em silêncio, cuidados por uma equipe de três engenheiros. A partir de setembro deste ano, os vagões postais serão novamente colocados a serviço, desta vez levando turistas. Num passeio de 20 minutos por um quilômetro de pista circular, os vagões em vez de levarem cartas e encomendas, acomodarão pessoas.

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Crédito da foto: Miles Willis/ The Postal Museum and Mail Rail

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Mail Rail, o correio subterrâneo de Londres

Fontes: 1 2 3

“A lei de ouro do comportamento é o respeito mútuo, já que nunca pensaremos todos da mesma maneira e que não vemos senão uma parte da verdade e sob ângulos diferentes – Mahatma Gandhi

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 425 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up ©2020 OceanSite - Desenvolvimento de sites e aplicativos