Northumberlandia, a senhora do Norte

Postado por

Uma imensa escultura com 400 metros de comprimento foi concebida na paisagem da região de Newcastle, perto de Cramlington, Northumberland, norte da Inglaterra. A obra realizada pelo arquiteto paisagista norte-americano Charles Jencks, representa o corpo de uma mulher e considerada a maior escultura em forma feminina do mundo.

A mega escultura é um parque comunitário de 46 hectares, com 4 quilômetros de trilhas pelos contornos da escultura, feitos com a movimentação de 1,5 milhões de terra retiradas da mina de carvão a céu aberto Shotton Surface Mine e batizada de “Northumberlandia, Lady of the North“.

Northumberlandia, a senhora do Norte

A escultura foi construída no Blagdon Estate, de propriedade do jornalista e empresário Matt Ridley, adjacente à mina de carvão – explorada pelos grupos Banks Group e Blagdon Estates – e foi transformado num parque público num esforço das empresas para compensar a região pela exploração mineira. Do ponto mais alto da escultura – que tem 34 metros de altura – é possível avistar a mina em funcionamento. Devido à vegetação que compõe parte da figura, a imagem deverá mudar significativamente ao longo do ano, conforme as estações.

Northumberlandia, a senhora do Norte

É a principal atração turística da região e se espera atrair 200.000 visitantes por ano a Northumberland. Foi aberto oficialmente pela Princesa Anne em 29 de agosto de 2012. A escultura foi apelidada pelos moradores de “Slack Alice”, um trocadilho da palavra para escória “slack” (resíduos da exploração em minas) e Alice (um amigo imaginário do comediante Larry Grayson e termo depreciativo para mulheres).

Northumberlandia, a senhora do Norte

Northumberlandia, a senhora do Norte

Northumberlandia, a senhora do Norte

Northumberlandia, a senhora do Norte

Northumberlandia, a senhora do Norte

Northumberlandia, a senhora do Norte

Northumberlandia, a senhora do Norte

Northumberlandia, a senhora do Norte

Northumberlandia, a senhora do Norte

Site Oficial: Northumberlandia

Fontes: 1

Texto publicado inicialmente em 12/04/2015

“Verba volant, scripta manent” (As palavras voam, os escritos permanecem)

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 671 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Scroll Up ©2020 OceanSite - Desenvolvimento de sites e aplicativos