Festas e Eventos

O desastroso festival de balão

O desastroso festival de balão

Em 27 de setembro de 1986, a cidade americana de Cleveland, em Ohio, nos Estados Unidos provou que milhões de balões soltos ao mesmo tempo, apesar de magníficos, podem ser perigosos. Símbolos de festividades e celebrações, os balões mostraram que existe de fato um lado ruim de “muito de uma coisa boa”. Tudo começou com um objetivo superficialmente impressionante, mas fundamentalmente desastroso de definir o recorde mundial de balões de hélio lançados simultaneamente.

O fotógrafo Thom Sheridan capturou imagens deste evento bonito e catastrófico. O feito, que envolveu o preenchimento de 1,5 milhões de balões de látex com hélio, por voluntários durante horas, foi apelidado Balloonfest ’86 (Festival de Balões de 1986).

O desastroso festival de balão

A façanha foi coordenado pela Balloonart by Treb, uma empresa com sede em Los Angeles, liderado por Treb Heinig, que passou seis meses se preparando para o evento. A estrutura retangular do tamanho de um quarteirão da cidade, medindo 76 metros por 46 metros de largura e subindo três andares, coberto com uma rede de tecido, foi criada para segurar os balões, no quadrante sudoeste da praça pública em Cleveland. Dentro da estrutura, 2.500 estudantes e outros voluntários passaram muitas horas enchendo os balões com hélio.

Organizado pela United Way of Cleveland como uma espécie de evento de caridade, tinha planejado inicialmente soltar dois milhões de balões, mas acabaram soltando 1,5 milhões de balões e arrecadando um pouco mais de 1,4 milhões de dólares. Crianças vendiam tickets para beneficiar a United Way, ao preço de um dólar para cada dois balões.

O desastroso festival de balão

Havia tempestades previstas para o final do dia do evento, por isso, a organização acabou liberando os balões mais cedo. Quando a chuva veio, molhou os balões e os fez descer sem estourar. Em consequência disso, os organizadores e a cidade enfrentaram ações judiciais que custaram milhões de dólares norte-americanos em prejuízos e custos do evento.

Os balões acabaram cobrindo a superfície do lago Erie e prejudicando os esforços de busca da guarda costeira por dois homens que estavam desaparecidos depois que seu barco virou. Eles foram mais tarde encontrados mortos. Os balões tornaram a tarefa de encontrar a cabeça de alguém lutando para permanecer acima da água impossível. Eles também assustaram vários cavalos de corrida caros, que acabaram se ferindo, e levaram seu dono a processar com sucesso o evento, por perdas e danos. E, enquanto os balões de látex eram biodegradáveis, eles conseguiram causar um grande incômodo em toda a região até que finalmente se degradaram.

O desastroso festival de balão

O desastroso festival de balão

O desastroso festival de balão

O desastroso festival de balão

O desastroso festival de balão

Milhares de balões caíram no Lago Erie, onde havia afundado um barco com dois marinheiros. As equipes de resgate chegaram ao local, mas não conseguiram ver nada, devido aos balões na superfície do lago

O desastroso festival de balão

O desastroso festival de balão

O desastroso festival de balão

Fonte: 1 2

“Tudo o que o homem não conhece não existe para ele. Por isso, o mundo tem para cada um o tamanho que abrange o seu conhecimento”. – Carlos Bernardo González Pecotche

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 1001 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado

Faça nosso trabalho valer a pena. Deixe seu comentário!

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Festas e Eventos

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo/SC. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, um site sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como histórias inusitadas de pessoas, lendas, eventos e outros assuntos interessantes.

Veja mais em Festas e Eventos

La Fetê du Citron, o festival do limão de Menton

Magnus Mundi18 de fevereiro de 2019

Oktoberfest, a maior festa alemã do mundo

Magnus Mundi20 de outubro de 2018

Cardrona Bra Fence, curiosa cerca dos sutiãs

Magnus Mundi16 de abril de 2018

Dragon Escalator, a escada rolante do dragão na China

Magnus Mundi13 de janeiro de 2018

A celebração de Natal na Rússia

Magnus Mundi22 de dezembro de 2017

A árvore de Natal do Monte Ingino

Magnus Mundi21 de dezembro de 2017

A batalha das fogueiras da Holanda

Magnus Mundi20 de novembro de 2017

A casa da abóbora de Kenova

Magnus Mundi31 de outubro de 2017

Rios de sangue da Eid al-Adha, em Bangladesh

Magnus Mundi6 de outubro de 2017

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up