Exóticos

Os campos de canola em Luoping, China

Os campos de canola em Luoping, China

Luoping é um pequeno município no leste de Yunnan, na China, localizado a cerca de 228 quilômetros ao norte de Kunming, na fronteira de Yunnan com Guizhou e Guangxi. No início de cada primavera, quando as flores amarelas da planta colza ou canola estão em plena floração, as áreas de cultivo assumem a aparência de um “mar de ouro“, um espetáculo da natureza que faz de Luoping, uma espécie de Meca para os fotógrafos. As plantações se alastram pelas planícies, ficando apenas de fora, as colinas coberta de verde. A melhor época para visitar essas plantações é de fevereiro a março. Até junho, o show termina por completo.

O vilarejo anteriormente era ignorado pelos turistas que passavam pela região indo para atrações turísticas mais populares no centro e na parte oriental da província. Atualmente, os campos de canola atrai fotógrafos e visitantes de toda parte, que vão para essa região a cada primavera para capturar o “mar amarelo” magnífico das flores. Além dos fotógrafos, a floração da colza e o cheiro refrescante da primavera, atraem as abelhas, sendo Luoping conhecida nacionalmente pela criação de abelhas e dos produtos extraídos de suas colmeias. Apicultores montam tendas nas fazendas na primavera, trazendo suas abelhas e colhendo o mel produzido a partir das flores de colza. Após a temporada, eles vão para outros locais e usam flores silvestres como matéria prima para as abelhas.

As plantas são cultivadas por toda a China, mas florescem em diferentes épocas do ano, dependendo da temperatura de cada região, porém as fazendas em Luoping estão entre as maiores do país e as primeiras a florescer. O lugar mais conhecido para ver as plantações da canola é Jinjifeng (Golden Chicken Peak), localizada a poucos quilômetros fora da cidade. A paisagem é plana, pontuada por pequenas colinas, quebrando a monotonia e devido a isso, uma brisa suave que sopra pelos campos faz mover as flores em balanços hipnotizantes.

Outro lugar para apreciar as flores de colza é Shiwandashan (Hundred Thousand Hills) que se localiza a 15 quilômetros da cidade de Louping e as fazendas ficam ao longo das estradas secundárias, nas encostas da montanha, por entre pequenos povoados, tendo ao fundo, as montanhas da província de Guizhou. Em Niujie, alguns quilômetros ao norte da cidade de Luoping, as plantações são num formado diferente, sendo as flores cultivadas em anéis circulares, seguindo os contornos das encostas.

Das sementes da canola, se extrai o óleo de cozinha, ou na produção de biodiesel, após as flores murcharem. As folhas da planta servem também de forragem para o gado por seu alto conteúdo em lipídios e proteínas. Canola é um termo que se refere a variedade de plantas de três espécies da família das crucíferas, pertencentes ao gênero Brassica (Brassica napus L., Brassica rapa L. e Brassica juncea). Esse nome foi escolhido pela Associação de Colza do Canadá na década de 1970 e o nome vem de “Can” de Canadá e “ola” uma referência ao óleo.

Fontes: 1 2 3

“Tudo o que o homem não conhece não existe para ele. Por isso, o mundo tem para cada um o tamanho que abrange o seu conhecimento”. – Carlos Bernardo González Pecotche

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 1545 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Este site é um projeto de um homem só, desenvolvido durante seu tempo livre, por favor, deixe um comentário do que achou do artigo. Ele será muito importante e também estou aberto a críticas construtivas.
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Exóticos

Curioso desde sempre, queria um lugar para guardar às curiosidades de lugares e histórias inusitadas que lia em livros ou pela internet e assim nasceu o site Magnus Mundi em 2015. Me chamo Julio Cesar, sou natural de Blumenau e morador de Porto Belo, litoral de Santa Catarina.

Veja mais em Exóticos

La Piedra Del Peñol, um imenso monolito colombiano

Magnus Mundi28 de agosto de 2019

Lago de Monet, a lagoa onde a arte ganha vida

Magnus Mundi23 de agosto de 2019

A cratera de Al Wahaba na Arábia Saudita

Magnus Mundi10 de agosto de 2019

Ponte De Le Tette, a Ponte dos Seios de Veneza

Magnus Mundi6 de agosto de 2019

Scheendijk, as ilhas estreitas em Loosdrecht, na Holanda

Magnus Mundi23 de julho de 2019

Passadiços do Paiva, uma caminhada pela natureza

Magnus Mundi11 de julho de 2019

McGuire Irish Pub, o pub irlandês de um milhão de dólares

Magnus Mundi1 de junho de 2019

Salar de Uyuni, o grande deserto de sal

Magnus Mundi2 de maio de 2019

Cuexcomate, o umbigo do diabo

Magnus Mundi30 de abril de 2019

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up