Arte

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

O artista plástico dinamarquês Thomas Dambo usa lixo e material reciclável em suas obras desde criança, quando gostava de construir casinhas de passarinhos com sucata de madeira que encontrava explorando seu bairro.  Nos últimos três anos, ele fez 25 grandes esculturas com material reciclado em todo o mundo e recentemente construiu seis grandes esculturas de madeira, intituladas “The Six Forgotten Giants”  e às escondeu em determinadas áreas de Copenhague na Dinamarca.

As esculturas são encontradas em alguns lugares favoritos do artista pelos arredores da cidade, lugares esse onde as pessoas geralmente não frequentam, uma vez que ficam fora do trajeto habitual das trilhas de caminhadas. Em cada escultura há um poema e um mapa dando dicas de onde pode ser encontrado às outras esculturas.

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

As esculturas são representações de trolls, criaturas do folclore escandinavo, descrita como pequenos humanoides, nada inteligente e mas trabalhadores. Foram feitas totalmente com madeira reciclada de 600 pallet e restos de demolição de um antigo galpão. Cada escultura foi feita com a ajuda de voluntários locais, e todas elas, recebeu o nome de um dos voluntários.

O artista espera que sua arte inspira às pessoas a cuidar melhor do planeta e incentiva o uso de material reciclado. “O objetivo do projeto com os trolls foi trazer a arte para fora do museu e mostrar os belos e muitas vezes esquecidos pontos da natureza da parte ocidental de Copenhague, e ao mesmo tempo dar uma experiência emocionante e diferente“, Thomas Dambo escreveu em seu site.

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Little Tilde

A escultura Little Tilde está localizado na área de Vallensbæk Mose, uma bela área cheia de natureza selvagem e vida animal. O gigante olha através das árvores para o outro lado de um pequeno lago, de onde as pessoas poderão ser capazes de captar um vislumbre dele a distância. Dentro da escultura foram incluídos 28 casinhas de passarinho e para esquilos.

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Thomas On The Mountain

A escultura Tomas na Montanha foi construída deitada na encosta de uma colina, numa posição relaxada, onde as pessoas podem sentar sem suas pernas e ter uma excelente vista da cidade de Albertslund.

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Oscar Under The Bridge

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Teddy Friendly

Escultura que com seu braço ajuda as pessoas a cruzarem um pequeno córrego.

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Hilltop Trine

Hill Top Trine está descansando em cima de uma pequena colina em Hvidovre, onde se pode subir em suas mãos e ter uma bela vista de Avedøresletten.

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Sleeping Louis

Louis Dormindo está tirando uma soneca no meio de uma floresta, em um lugar perto em Rødovre,  fora de Copenhaga. As pessoas podem entrar em sua boca aberta, e explorar seu interior ou mesmo dormir dentro dele.

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Cada escultura tem uma placa de bronze informando o nome e um poema.

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

O “Mapa do Tesouro”, informando a localização das outras esculturas.

Fonte: 1

“Porque as pessoas loucas o bastante para acreditar que podem mudar o mundo, são as que o mudam” – Jack Kerouac

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 453 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arte

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo, Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, uma revista digital feita para pessoas que gostam de ler e saber mais profundamente sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como lendas, eventos e outros assuntos inusitados.

Veja mais em Arte

A arte biodegradável do suiço Saype

Magnus Mundi8 de setembro de 2018

Leão Oriental, a maior escultura de madeira do mundo

Magnus Mundi17 de março de 2018

The Kelpies, o monumento aos espíritos da água

Magnus Mundi9 de março de 2018

Michelangelo e a Capela Sistina

Magnus Mundi5 de fevereiro de 2018

Cristo Redentor, o símbolo do Brasil

Magnus Mundi12 de janeiro de 2018

Os desenhos escondidos de Michelangelo

Magnus Mundi12 de novembro de 2017

Colossos de Memnon, as estátuas que cantavam

Magnus Mundi13 de outubro de 2017

Fordite, as joias feitas com tinta

Magnus Mundi16 de setembro de 2017

Victor Noir, uma estátua com uma ereção post mortem

Magnus Mundi23 de julho de 2017
Scroll Up