Exóticos

Os grandes buracos azuis

Os grandes buracos azuis

Os “Blue Holes” ou buracos azuis, estão normalmente localizados em regiões costeiras de baixa altitude, que há milhares de anos atrás se encontravam acima do nível do mar. Eles são um escoadouro debaixo d’água formado através da erosão intensa de rochas carbonáticas. Quando o nível do mar aumentou devido à fusão de geleiras, alguns desses buracos ficaram submersas.

Foram criados a partir de intensa atividade no processo de dissolução de rochas solúveis, tais como o calcário, dolomita e gipsita, pelo correr da água da chuva e córregos, gerando assim, essas falhas geológicas, também conhecidos como cavernas verticais ou sumidouros naturais. Essas imensas esferas de cor azul escura, devido a maior absorção solar, e mais profundas do que o resto do oceano, cria um contraste com o azul mais claro das águas rasas ao seu redor e que forma um contorno natural que pode ser facilmente visto a partir da superfície. Essas cavernas verticais são uns verdadeiros paraísos para a vida marinha e muitos mergulhadores aventureiros já perderam suas vidas ao adentrar em locais como estes, sem a devida experiência necessária.

O grande buraco azul de Belize

O mais famoso buraco azul está localizado ao largo da costa de Belize, um pequeno país na costa leste da América Central. Encontra-se perto de Lighthouse Reef, um pequeno atol a 70 km do continente. O “Grande Buraco Azul” tem 300 metros de diâmetro e 124 metros de profundidade, e formou-se entre 150.000 e 15.000 anos atrás. É um local popular entre os mergulhadores recreativos.

Dean’s Blue Hole

O Dean’s Blue Hole fica perto de Clarence Town, em Long Island, Bahamas, e é o mais profundo buraco azul conhecido do mundo. Enquanto a maioria dos buracos azuis e sumidouros chegam a uma profundidade máxima de 110 metros, o Dean’s Blue Hole aprofunda a mais de 200 metros, o que o torna bastante excepcional. Na superfície, o Dean’s Blue Hole é como os outros, com diâmetro variando de 25 a 35 metros, mas depois de descer 20 metros, o buraco alarga consideravelmente a uma caverna com um diâmetro de 100 metros.

Buraco azul de Dahab

Este buraco azul está localizado na costa do Mar Vermelho, na península do Sinai, ao norte de Dahab, Egito. É o segundo mais profundo e tem 130 metros de profundidade. Este buraco azul custou a vida de muitos mergulhadores que tentaram encontrar o túnel através dos recifes (conhecido como “O Arco”) que liga o buraco azul com o oceano e que tem cerca de 52 metros de profundidade.

O buraco azul de Gozo

Este buraco azul está localizado na costa oeste da ilha de Gozo, no arquipélago de Malta, no Mar Mediterrâneo. É um buraco de 15 metros de profundidade e 10 metros de largura nas rochas do penhasco e ele está ligado ao oceano por um túnel submerso.

Buraco azul de Watling

Alguns buracos azuis também ocorrem em terra, tais como o de Watling, localizado na ilha de San Salvador, em Bahamas. Apesar de estar numa região que chove muito, o buraco azul de Watling não tem água doce, indicando que ele deve se conectar ao oceano por um túnel subterrâneo.

Fonte: 1

Postagens pelo mundo:

Visualização: 881 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado

Faça nosso trabalho valer a pena. Deixe seu comentário!

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Exóticos

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo/SC. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, um site sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como histórias inusitadas de pessoas, lendas, eventos e outros assuntos interessantes.

Veja mais em Exóticos

Houtouwan, a vila de pescadores abandonada na China

Magnus Mundi24 de janeiro de 2019

Cascata delle Marmore, a cascata feita pelos romanos

Magnus Mundi13 de janeiro de 2019

Stepwells, os poços em degraus da Índia

Magnus Mundi6 de janeiro de 2019

Taylor Camp, o paraíso perdido hippie do Havaí (NSFW)

Magnus Mundi31 de dezembro de 2018

Ilha de Luzon e o lago em uma ilha dentro de um lago em uma ilha

Magnus Mundi27 de dezembro de 2018

Spotted Lake, o incrível lago manchado do Canadá

Magnus Mundi11 de dezembro de 2018

Uluru, a segunda maior pedra do planeta

Magnus Mundi7 de dezembro de 2018

Fuerteventura e a praia da pipoca das Ilhas Canárias

Magnus Mundi6 de dezembro de 2018

Yakushima, a ilha da vida no Japão

Magnus Mundi18 de novembro de 2018

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up