Pando ou gigante tremulo (em inglês: The Trembling Giant) é um enorme bosque de árvores da espécie Populus tremuloides (álamo), localizado no Parque Nacional de Fishlake, nas Montanhas Wasatch, em Utah, nos Estados Unidos, surgido a partir de um único álamo-tremulo masculino, criando um único organismo vivo. O Pando Aspen Grove é uma enorme floresta, com aproximadamente 47.000 árvores que são geneticamente idênticas e todas as árvores compartilham de um único sistema massivo de raízes subterrâneas. Cada árvore tem em média 20 metros de altura e 50 centímetros de diâmetro.

Estima-se que a planta pese de forma coletiva aproximadamente 6.615 toneladas, o que a torna o organismo vivo mais pesado da Terra, que se tem conhecimento. O equivalente a tudo que o Brasil colhe de trigo por ano. O sistema de raízes de Pando é considerado como estando entre os organismos vivos mais antigos do mundo, com uma idade aproximada de 80.000 anos. São tão antigas que sobreviveram a uma Era Glacial.

Pando atingiu dimensões tão vastas por uma espécie de crescimento, comum às plantas, conhecida como reprodução vegetativa. Uma planta envia ramos ou hastes horizontais, acima ou abaixo do solo, dependendo da espécie, que viajam uma certa distância, antes de se enraizar e crescer em uma nova planta conectada. Para nós, humanos, que tendem a ver a reprodução sexual como o único meio de geração de descendentes, o método pode parecer um pouco estranho. No entanto, a reprodução vegetativa acontece ao nosso redor. Todo agricultor testemunha de uma forma ou de outra. As plantas do morango, por exemplo, enviam troncos fibrosos acima do solo que podem enraizar e formar um broto adicional. A reprodução vegetativa permite que a grama produza um gramado bonito.

A colônia clonal (grupo contínuo de plantas, liquens ou fungos geneticamente idênticos, todos com um ancestral comum, que podem se renovar para sempre) de Pando ocupa 43 hectares (106 acres) e conta com milhares de troncos, que morrem individualmente e são substituídos por novos a partir das raízes. A idade média dos troncos é de 130 anos, como indicado pelos anéis de crescimento anual. O nome “Pando” foi escolhido porque é o termo em latim para a primeira pessoa do singular do indicativo do verbo “espalhar”, enquanto que o termo mais popularizado de “gigante tremulo” está relacionado com o nome científico do Populus tremuloides: álamo-tremulo, cujas folhas se agitam frequentemente, até mesmo com uma brisa suave e produzem um som vibrante com a menor provocação.

Pando foi descoberto por Burton V. Barnes da Universidade de Michigan na década de 1970. Barnes descreveu Pando como um único organismo. Em 1992, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (POCO), designou Pando como o organismo mais volumoso do mundo.

Fontes: 1 2

 

Visualização: 948 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Faça um comentário

Seu email não será publicado