Arqueológicos

Pozzo di San Patrizio na Itália

Pozzo di San Patrizio na Itália

Pozzo di San Patrizio ou Poço de São Patrício, é um histórico poço de água em Orvieto, Umbria, região central da Itália. Foi projetado e construído pelo arquiteto-engenheiro Antonio da Sangallo, o Jovem (1485-1546) entre 1527 e 1537, a mando do Papa Clemente VII que se refugiara em Orvieto durante o saque de Roma em 1527 pelo imperador Carlos V. Temendo que o abastecimento de água da cidade seria insuficiente em caso de um cerco, o Papa ordenou a construção do poço. Antonio da Sangallo, era arquiteto-chefe da Basílica de São Pedro e tinha trabalhado extensivamente em Roma durante o Renascimento.

Considerado uma obra prima da engenharia hidráulica, a construção cilíndrica desce 53,15 metros de profundidade, tendo um diâmetro de base de 13 metros. O arquiteto projetou um eixo central e duas escadarias em espiral em uma dupla hélice, com acesso por duas portas, o que permitia que às pessoas e burros carregados com vasos de água se locomovessem para baixo em um lado e para cima de outro lado, sem obstruir a passagem. No fundo, uma ponte facilitava a coleta da água do poço. No total são 248 degraus de escadas. Setenta e duas grandes aberturas dispostas diametralmente opostas uma da outra, iluminavam as escadas naturalmente. Este projeto era única na época, e não havia outro poço similar a esse em qualquer outro lugar da Europa, e por que não dizer, no mundo.

O poço foi originalmente chamado Pozzo della Rocca di Orvieto, ou Poço Fortaleza por estar perto da Fortaleza de Albornoz, que fica no morro de Santo Elias. No século 19, foi nomeado para São Patrício por monges de um convento próximo e o nome foi inspirado na lenda medieval do Purgatório de São Patrício, um poço em uma ilha em Lough Derg, Condado de Donegal na Irlanda, onde Deus revelou a São Patrício um buraco no chão, dizendo-lhe que era a entrada para o Purgatório.

Antes do poço ser concluído, o Papa Clemente VII fez as pazes com Charles V e a cidade nunca foi cercada. No entanto, a construção do poço continuou, e em 1537, dez anos após os início dos trabalhos, o poço ficou pronto, durante o pontificado do Papa Paulo III.

Pozzo di San Patrizio na Itália

Entrada para o poço | Crédito da foto

Fontes: 1 2 3

“Aprenda com o ontem, viva para o hoje, acredite no amanhã. O importante é não parar de questionar!”. – Albert Einstein

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 321 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arqueológicos

Me chamo Julio Cesar, e moro no litoral de Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, que tem como objetivo descrever lugares curiosos, estranhos ou inóspitos, bem como lendas, eventos inusitados pelo mundo afora.

Veja mais em Arqueológicos

Eredo de Sungbo, o maior monumento da África que nunca se ouviu falar

Magnus Mundi5 de junho de 2018

Monte Testácio, o depósito de lixo com 2.000 anos

Magnus Mundi14 de maio de 2018

Nosy Mangabe, a ilha das pedras postais

Magnus Mundi4 de abril de 2018

Pedra de Ingá, o enigma da Paraíba

Magnus Mundi11 de janeiro de 2018

Cueva de las Manos, a caverna das mãos na Patagônia

Magnus Mundi8 de janeiro de 2018

Os desenhos escondidos de Michelangelo

Magnus Mundi12 de novembro de 2017

Heródio, a fortaleza do rei Herodes

Magnus Mundi11 de novembro de 2017

Sheela na gigs, os entalhes eróticos da Idade Média

Magnus Mundi2 de novembro de 2017

Herculano, a cidade menos conhecida de uma tragédia

Magnus Mundi20 de setembro de 2017