Solothurn é uma pitoresca cidade fundada pelos romanos há dois mil anos, localizada perto da capital Berna, no noroeste da Suíça conhecida principalmente por seu fascínio especial com o número 11.

Parece que tudo neste lugar foi projetado em torno deste número mágico, pelo fato de haver precisamente 11 igrejas, 11 capelas, bem como, 11 fontes históricas, 11 museus e 11 torres. O relógio da praça da cidade é também bizarro, pois apresenta um mostrador de onze horas e o número doze está ausente.

Embora todos em Solothurn saibam da obsessão da cidade com o número 11, sua origem está envolta em mistérios. Reza uma lenda popular que elfos mágicos saíam da montanha de Weissenstein, localizada nas redondezas, para encorajar os habitantes da cidade que trabalhavam duro, mas nunca prosperavam. A adoção do número 11, ou “elf” em alemão, teria sido a forma do povo homenagear seus salvadores.

Uma explicação mais razoável é a conotação bíblica do número – muitos moradores de Solothurn veem o 11 como um número “sagrado” e profético. Na numerologia, 11 é considerado o mais intuitivo de todos os números, comumente associado à fé e à vidência. Uma coisa é certa, porém, a obsessão de Solothurn com esse número pode ser rastreada há séculos.

Solothurn, a cidade suíça obcecada pelo número onze

Crédito da foto: captura de tela do YouTube

A primeira menção do número onze na história da cidade remonta a 1252, quando as primeiras guildas votaram no conselho da cidade elegeram 11 membros. Então, em 1481, Solothurn se tornou o 11º Cantão da Confederação Suíça, e um século depois foi dividido em 11 protetorados. O fato de haver 11 diferentes sociedades medievais, ou guildas, mencionadas na história deste lugar definitivamente não é coincidência.

Outro grande exemplo da obsessão da cidade com o número 11 é a magnífica Catedral de São Ursus. Projetado pelo arquiteto italiano Gaetano Matteo Pisoni, foi construído em 11 anos, e a estrutura é dividida em três seções de 11 metros cada, possui três lances de escada com 11 degraus cada, com duas fontes clássicas, com cada fonte tendo 11 torneiras.

Também tem 11 portas, 11 sinos e 11 altares, um dos quais é feito de 11 tipos diferentes de mármore. Curiosamente, os altares podem ser vistos simultaneamente de apenas um lugar da catedral, a 11ª pedra negra da nave. 

Os genuflexórios na catedral estão dispostos em fileiras de onze, os bancos também, e até o número de tubos no grande órgão é divisível por onze. A fachada românica tem 33 (3 x 11) metros de altura e a torre mede 66 (6 x 11) metros de altura até o catavento. O número 11 está em toda parte neste lugar.

Os moradores de Solothurn também incorporou esse fascínio pelo número 11 em suas vidas diárias. Por exemplo, há celebrações especiais realizadas em 11 anos e as crianças ganham uma comemoração especial no 11º aniversário.

Solothurn, a cidade suíça obcecada pelo número onze

Catedral de São Ursus

Há produtos e empresas locais que incluem o número especial. Como a cerveja “Öufi-Bier” (Cerveja 11), a Confiserie Hofer, uma confeitaria centenária que criou a “11-i Schokolade” ou 11 tipos de barras de chocolate e até “öufiyoga” (ioga das 11 horas). Um whisky de 11 anos amadurecido em barris de cerveja também está sendo produzido.

A misteriosa relação entre Solothurn e o número 11 se tornou uma das principais atrações turísticas da cidade, e há até mesmo um passeio temático sobre o número 11.




Fontes: 1 2 3

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 53 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Sobre o Autor

Curioso desde sempre, queria um lugar para guardar às curiosidades de lugares e histórias inusitadas que lia em livros ou pela internet e assim nasceu o site Magnus Mundi em 2015. Me chamo Julio Cesar, sou natural de Blumenau e morador de Porto Belo, litoral de Santa Catarina.

Você pode gostar de ver isso

Faça um comentário

Seu email não será publicado