Abandonados

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

A ilha de Gouqi pertence a um grupo de cerca de 400 ilhas conhecidas como Ilhas Shengsi, e formam uma parte do Arquipélago Zhoushan, localizado na foz do rio Yangtzé, Baía de Hangzhou, sendo o maior arquipélago da China. Apesar da quantidade de ilhas na região, apenas dezoito delas são habitadas. Por anos, Zhoushan dependia exclusivamente de sua indústria pesqueira, sendo a maior região de pesca da China, mas atualmente com o desenvolvimento de outras áreas, a base econômica de Zhoushan tem mudado e se diversificado bastante. Construção naval, transporte, indústria leve, turismo e serviços tem crescido ano a ano e contribuindo muito na produção econômica local.

Crédito foto: http://zhenxuan.wap.blog.163.com/w2/blogDetail.do?hostID=zhenxuan&blogId=fks_087064086087085075093083084071072087086070080081082071083094

Nos últimos 50 anos para a pesca artesanal, ela tem ficado escassa e consequentemente, muitas vilas de pescadores foram ficando vazias e abandonadas, com seus ex moradores indo para o continente a procura de outras oportunidades de trabalho. As ilhas Shengsi é um destino turístico muito popular na China e mesmo com o crescimento de outras áreas, a pesca continua sendo muito forte, atraindo mais de 100 mil pescadores a cada ano.

Uma dessas vilas abandonadas é Houtan Wan, onde a natureza ao longo do tempo, transformou o lugar num jardim exuberante, devido ao clima subtropical quente e úmido, tendo uma temperatura média anual de 15,8 °C. As vilas abandonadas foram cobertas com uma vegetação densa e uniforme e isso está atraindo cada vez mais visitantes para o lugar. Com a divulgação na internet das imagens das vilas abandonadas e tomadas pela natureza, muitos ex moradores estão retornando as suas casas, ganhando o sustento com os visitantes, como é o caso de Sun Yue, pescador de 59 anos que vive em uma casas recoberta de hera, sem eletricidade e água potável, mas feliz em morar num lugar tranquilo e em contato com a natureza.

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

Crédito foto: https://www.flickr.com/photos/105548192@N02/14307100821/

Crédito foto: http://zhenxuan.wap.blog.163.com/w2/blogDetail.do?hostID=zhenxuan&blogId=fks_087064086087085075093083084071072087086070080081082071083094

Crédito foto: https://www.flickr.com/photos/105548192@N02/14309841074/

Crédito foto: http://zhenxuan.wap.blog.163.com/w2/blogDetail.do?hostID=zhenxuan&blogId=fks_087064086087085075093083084071072087086070080081082071083094

Crédito foto: http://zhenxuan.wap.blog.163.com/w2/blogDetail.do?hostID=zhenxuan&blogId=fks_087064086087085075093083084071072087086070080081082071083094

Fotos mais recentes das casas da ilha, sendo retomada pela natureza, e recriando um mundo de contos de fadas. As fotos são do fotografo Tang Yuhong.

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

As aldeias de pescadores abandonadas na China

Vista aérea de Shengshan Island, uma das centenas de ilhas que compõem as ilhas Shengsi, na Província de Zhejiang, leste da China, tirada em 12 de junho de 2015

Vista aérea de Shengshan Island, uma das centenas de ilhas que compõem as ilhas Shengsi, na Província de Zhejiang, leste da China, tirada em 12 de junho de 2015 | Crédito da foto

Fonte: 1 2

Visualização: 770 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado

Comentários Facebook

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abandonados

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo, Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, uma revista digital feita para pessoas que gostam de ler e saber mais profundamente sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como lendas, eventos e outros assuntos inusitados.

Veja mais em Abandonados

Castaway Depots, os depósitos de sobrevivência da Nova Zelândia

Magnus Mundi11 de outubro de 2018

A floresta fantasma de Neskowin

Magnus Mundi10 de outubro de 2018

Salton Sea, o lago criado acidentalmente

Magnus Mundi21 de setembro de 2018

Kola Superdeep, um dos buracos mais profundo do mundo

Magnus Mundi19 de setembro de 2018

Hallsands, a vila que desapareceu no mar

Magnus Mundi9 de julho de 2018

Fortaleza de Mimoyecques, a base secreta dos nazistas para destruir Londres

Magnus Mundi24 de junho de 2018

A incrível história de Burro Schmidt e seu túnel

Magnus Mundi18 de junho de 2018

Ämari Air Force Cemetery, o cemitério de pilotos da Estônia

Magnus Mundi9 de junho de 2018

Happy End, acidentes de aviões com finais felizes

Magnus Mundi31 de março de 2018
Scroll Up