Animais

Spirobranchus giganteus, o verme árvore de Natal

Spirobranchus giganteus, o verme árvore de Natal

Cientificamente são chamados de “Spirobranchus giganteus“, mas são conhecidos como vermes árvores de Natal, devido as suas estruturas em espirais cromaticamente coloridos, a característica mais comum visto por mergulhadores. Na verdade, as espirais multicoloridas são apenas estruturas do sistema respiratório destes animais.

Spirobranchus giganteus é semelhante à maioria dos tubos de construção de poliquetas. Ela tem um corpo, tubular segmentado forrado com “pelos”  quitinosos, apêndices pequenos que ajudam a mobilidade do verme. Como ele não se move para fora do seu tubo, este verme não tem nenhum apêndices especializados para o movimento ou a natação.

A característica mais distinta destes vermes são duas “coroas” em forma de árvores de Natal.  Cada espiral é composta de “pernas” como tentáculos, que possuem muitos “cílios” que agarram a presa para serem transportadas para a boca do verme. Medindo menos de 4 cm, esses vermes são de várias cores, incluindo laranja, amarelo, azul e branco. Estes animais também utilizam seus “tentáculos” para a respiração, portanto, as estruturas são comumente chamadas de “guelras”.

Como um anelídeo, S. giganteus possui um sistema digestivo completo e tem um sistema circulatório fechado bem desenvolvido. Como outros anelídeos, estes vermes possuem um sistemas nervoso central com um cérebro bem desenvolvidos. Quando se reproduzem, eles lançam seus gametas direto para a água, onde os ovos (e espermatozoides) tornam-se parte do zoo-plâncton a ser transportado pelas correntes. Vermes árvore de Natal são amplamente distribuídos em todos os oceanos tropicais do mundo.

Spirobranchus giganteus é frequentemente encontrado com a cabeça inteira embutidas em corais maciços, como os corais duros como corais cérebro. Tal como os membros de sua família, que podem secretar um tubo calcário  em torno de seu corpo. Este tubo serve como casa do verme e proteção.

O verme geralmente fura um buraco em um coral vivo antes de secretar seu tubo, aumentando assim o seu nível de proteção. Como sedentários habitantes dos recifes de corais, vermes árvore de Natal possuem principalmente alimentação por filtro. Eles usam seus cílios brilhantemente coloridos para filtrar micro-organismos da água, que são depois depositados diretamente para o trato digestivo do animal.

Artigo publicado originalmente em dezembro de 2015

Fonte: 1

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 1142 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Este site é um projeto de um homem só, desenvolvido durante seu tempo livre, por favor, deixe um comentário do que achou do artigo. Ele será muito importante e também estou aberto a críticas construtivas.
Ver Comentários (1)

1 Comentário

  1. Pingback: Spirobranchus giganteus, o verme árvore de Natal – Digitado

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Animais

Curioso desde sempre, queria um lugar para guardar às curiosidades de lugares e histórias inusitadas que lia em livros ou pela internet e assim nasceu o site Magnus Mundi em 2015. Me chamo Julio Cesar, sou natural de Blumenau e morador de Porto Belo, litoral de Santa Catarina.

Veja mais em Animais

Jack, o babuíno sinaleiro

Magnus Mundi30 de agosto de 2019

Clay Lick, as encostas de barro que as aves gostam de comer

Magnus Mundi21 de agosto de 2019

Projeto Isabela: Cabras traindo cabras nas ilhas Galápagos

Magnus Mundi17 de agosto de 2019

Mocha Dick, a baleia que inspirou Moby Dick

Magnus Mundi17 de junho de 2019

O exótico café Jacu Bird

Magnus Mundi4 de junho de 2019

As incomuns escadas de gatos da Suíça

Magnus Mundi19 de maio de 2019

Íbex, a cabra escaladora de barragens

Magnus Mundi29 de abril de 2019

Ilha Stephen, onde os gatos deram fim a uma espécie de ave

Magnus Mundi10 de abril de 2019

Bracken Bat Cave, a maior colônia de morcegos do mundo

Magnus Mundi7 de março de 2019

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up