Estruturas

Observatório Sphinx, a ciência no topo da Europa

Observatório Sphinx, a ciência no topo da Europa

Pode parecer o refúgio de algum cientista maluco que gosta de se isolar, saído de algum filme de Hollywood, mas este é o Observatório Sphinx, que está localizado a uma altitude acima de 3500 metros, mais precisamente em Jungfraujoch, na Suíça no topo do monte Jungfrau, a uma altitude de 3.571 metros e devido à sua localização única em um ambiente alto, com ar limpo e acesso fácil durante todo o ano pela estrada de ferro Jungfrau Railway, combinada com a excelente infra-estrutura, o observatório Sphinx oferece condições únicas para pesquisas em várias disciplinas, tais como meteorologia, astronomia, glaciologia, fisiologia, radiação e raios cósmicos e sendo a estrutura mais alta de toda a Europa. Atualmente mais da metade das pesquisas dizem respeito às questões ambientais e climáticas. A estrutura inclui dois grandes laboratórios, uma estação de observação do tempo, uma oficina, dois terraços para experimentos científicos, um astronômicos, bem como uma cúpula meteorológica.

Está situado em plenos Alpes Berneses, no meio de um vale glaciar que se encontra rodeado de altos picos (Eiger, Mönch e Jungfrau), todos eles com mais de quatro mil metros de altitude. Dispõe de boas vistas sobre as montanhas vizinhas e o glaciar de Aletsch.

Quando a estação Jungfraujoch foi inaugurada em 1912 (que também é a estação ferroviária mais alta em toda a Europa), Jungfraujoch se tornou o lugar preferido dos cientistas que queriam fazer pesquisas em condições de altitude elevada. A princípio, os cientistas trabalhavam em condições adversas e viviam em abrigos improvisados e temporários. Eventualmente, o observatório Sphinx foi construído em 1937 para acomodar os cientistas com mais conforto. A estrutura pertence a uma fundação (The International Foundation High Altitude Research Stations Jungfraujoch and Gornergrat) que também manter próximo ao observatório uma estação de pesquisa, com cinco laboratórios, dois para experiências químicas, uma oficina mecânica, sala escura, biblioteca, sala de jantar e recreação, cozinha, dez quartos, banheiro com chuveiros, bem como eletricidade, telefone, internet e outras comodidades.

O observatório Sphinx está construído sobre um penhasco íngreme. O topo da montanha foi encapsulado para caber um elevador no meio da montanha que sobe para o observatório da estação de trem Jungfraujoch. A principal partes da Esfinge é usado por cientistas, e para os turistas, há um terraço de metal em torno do edifício que fornece uma impressionante vista de 360 ​​graus da Grande Aletsah Glacier, dos Alpes, e do vale verde abaixo.

sphinx-observatory-03

Plataforma de observação aberta ao turista | Crédito da foto

Crédito da foto

Andar 10 minutos por este túnel leva-o para um elevador, na parte superior do que é o ponto mais alto, onde está localizado o observatório. | Crédito da foto

Os caminhos que levam ao topo

Os caminhos que levam ao topo

Clique para ampliar

Por dentro das montanhas

Fonte: 1 2

Postagens pelo mundo:

Visualização: 316 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estruturas

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo, Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, uma revista digital feita para pessoas que gostam de ler e saber mais profundamente sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como lendas, eventos e outros assuntos inusitados.

Veja mais em Estruturas

Excalibur, o radical paredão de escaladas

Magnus Mundi15 de setembro de 2018

Devil’s bridge, as pontes do diabo na Europa

Magnus Mundi9 de julho de 2018

Fortaleza de Mimoyecques, a base secreta dos nazistas para destruir Londres

Magnus Mundi24 de junho de 2018

The Wall, a estrutura contra o vento de Fermont

Magnus Mundi19 de março de 2018

Stretcher fences, as macas usadas como cercas na Inglaterra

Magnus Mundi6 de fevereiro de 2018

Völkerschlachtdenkmal, o Monumento da Batalha das Nações

Magnus Mundi29 de janeiro de 2018

Ponte Vecchio, a ponte medieval ocupada por lojas em Florença

Magnus Mundi27 de janeiro de 2018

Telefontornet, a antiga central telefônica de Estocolmo

Magnus Mundi4 de outubro de 2017

Lanternes des morts, as lanternas dos mortos da Europa

Magnus Mundi26 de setembro de 2017
Scroll Up