Exóticos

A ponte dos últimos suspiros

A ponte dos últimos suspiros

A Ponte dos Suspiros, também conhecida como Ponte dei Sospiri, é uma das pontes mais famosas de Veneza, Itália. A ponte é totalmente fechada e feita de pedra calcária branca e tem pequenas janelas retangulares cobertas com telas de treliça estreitas. A ponte foi construída entre 1600 e 1602 para ligar o Palácio Ducal, com a prisão recém-criada, a Prigioni Nuove, localizada em frente ao canal do Rio di Palazzo. Ela foi desenhada em estilo barroco pelo arquiteto Antonio Contin, filho de Bernardino Contin, por ordem do Doge Marino Grimani.

A ponte tinha um propósito muito específico. Ele era usada para levar prisioneiros das salas de interrogatório no Palácio dos Doges às suas celas na Prigioni. Conhecida em todo o mundo, a Ponte dos Suspiros é fotografada por turistas de todos os lugares a partir de apenas dois lugares onde é observável, ou seja, a partir da Ponte della Canonica e da Ponte della Paglia (além da gôndola).

O nome da ponte foi dado por Lord Byron no século 19, inspirado pela ideia de que, na época da República de Veneza, os prisioneiros ao atravessá-la suspiravam sabendo que viam pela última vez o mundo exterior. O fato é que uma vez condenado no Palácio dos Doges você não saía com vida, na época, ou pegava prisão perpétua ou era executado.

Na realidade, porém, os dias de inquisições e execuções sumárias se extinguiram pouco depois da ponte ser construída e as celas sob o telhado do palácio foram ocupadas principalmente por pequenos criminosos. Além disso, não há muito o pode ser visto a partir do interior da ponte através das grelhas de pedra apertadas que cobrem as janelas.

Há uma lenda que diz: aos amantes será concedido amor eterno e felicidade aos casais que se beijarem em uma gôndola ao pôr do sol sob a Ponte dos Suspiros com os sinos do Campanile di San Marco tocando. Esta lenda serviu de enredo para o filme “A Little Romance“, com Laurence Olivier.

A ponte inspirou diversos países a fazerem pontes fechadas com o mesmo nome, como em Cambridge e em Oxford, na Inglaterra e em tantos outros lugares.

A ponte dos suspiros

Crédito da foto

Fontes: 1 2

“Verba volant, scripta manent” (As palavras voam, os escritos permanecem)

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 503 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado

Faça nosso trabalho valer a pena. Deixe seu comentário!

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Exóticos

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Veja mais em Exóticos

Salar de Uyuni, o grande deserto de sal

Magnus Mundi2 de maio de 2019

Cuexcomate, o umbigo do diabo

Magnus Mundi30 de abril de 2019

Desierto Florido, a floração no deserto do Atacama

Magnus Mundi16 de abril de 2019

La Geria, os vinhedos inusitados de Lanzarote

Magnus Mundi12 de abril de 2019

Ilha Palmerston, onde os habitantes descendem de um único homem

Magnus Mundi5 de abril de 2019

Jal Mahal, o palácio da água da Índia

Magnus Mundi22 de março de 2019

As cataratas inundadas do Guairá

Magnus Mundi16 de fevereiro de 2019

Houtouwan, a vila de pescadores abandonada na China

Magnus Mundi24 de janeiro de 2019

Cascata delle Marmore, a cascata feita pelos romanos

Magnus Mundi13 de janeiro de 2019

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up