Navios

O capitão Kevin Opry e seu “pequeno” navio

O capitão Kevin Opry e seu “pequeno” navio

Para comemorar o 10º aniversário do maior transatlântico do mundo,  o Queen Mary 2 e mostrar seu tamanho e grandeza, o capitão Kevin Opry posou ao lado de seu navio de forma inusitada.

Queen Mary 2 foi lançado em janeiro de 2004 e nomeado pela Rainha Isabel II, como homenagem ao RMS Queen Mary, lançado em 1936. Na época de seu lançamento, era o navio de passageiros mais longo, mais alto e mais largo da história. O Queen Mary 2 perdeu esses recordes após a construção do MS Freedom of the Seas, da Royal Caribbean International, em abril de 2006. Mesmo com alguns navios de cruzeiro sendo maiores, o Queen Mary 2 permanece o maior transatlântico já construído.

O capitão Kevin Opry e seu

Ele pesa 151,200 toneladas e acomoda 2.620 passageiros e 1.253 tripulantes. Durante os primeiros dez anos de operação, fez mais de 420 viagens, incluindo 200 travessias transatlânticas. O transatlântico fez uma viagem ao redor do mundo para comemorar o décimo aniversário do seu serviço, o ponto culminante da festa foi na chegada em Southampton, EUA, em maio de 2014.

As instalações do Queen Mary 2 incluem quinze bares e restaurantes, cinco piscinas, um cassino, um salão de bailes, um teatro e o primeiro planetário no mar. Ele também tem canis e um berçário. Em outubro de 2011, o Queen Mary 2 alterou seu porto de registro de Southampton, Inglaterra, para Hamilton, Bermudas, afim de permitir que cerimônias de casamento fossem realizadas abordo. Isso continuou a tradição de 171 anos de registros britânicos para os navios da Cunard Line, já que as Bermudas são territórios britânicos ultramarinos.

O capitão Kevin Opry e seu

Para o capitão Opry foi uma experiência inesquecível. “Durante a sessão de fotos, o comandante estava muito animado. Foi a primeira vez que esteve em cima do nariz do navio. Geralmente é doze andares acima, na ponte com a sua equipe que ele comanda o mega navio. Na cena, ele se sentiu muito só e isolado de tudo“- diz James Morgan, o fotógrafo que fez as fotos. Para fazer a série de fotografias, levou um bom tempo de planejamento e principalmente a parte da segurança ao capitão, uma vez que precisaram esperar o dia certo, quanto o mar estivesse calmo.

O capitão Kevin Opry e seu

A quilha do Queen Mary 2 onde o capitão fez as fotos foi construida em Julho de 2002, em Saint-Nazaire, França. Aproximadamente 3.000 homens gastaram oito milhões de horas de trabalho no navio, e um total de 20.000 pessoas seja direta ou indiretamente envolvidas em seu design, construção e acabamento. Foram soldados 300.000 pedaços de aço em 94 blocos que foram empilhados e então soldados para completar o casco e a super estrutura completada ao final da empreitada.

O capitão Kevin Opry e seu

O capitão Kevin Opry e seu

O capitão Kevin Opry e seu

RMS Queen Mary 2 ancorado em Sidney, Austrália

Fontes: 1 2

Artigo publicado originalmente em 12 de abril de 2015

“Suba a montanha não para fixar a sua bandeira, mas para abraçar o desafio, desfrutar do ar e usufruir da paisagem. Escale-a para que possa ver o mundo, não para que o mundo possa te ver”. – David McCullough Jr.

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 864 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado
Ver Comentários (1)

1 Comentário

  1. Jacinta

    18 de dezembro de 2016 às 11:40

    Me surpreendeu, me encantou e me deixou frustrada por não estar a bordo desta maravilha! Amei o capitão! Elegante, tranquilo,trasmitiu muita segurança. Parabéns pelo vídeo!

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Navios

Me chamo Júlio César e moro em Porto Belo, Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, uma revista digital feita para pessoas que gostam de ler e saber mais profundamente sobre lugares curiosos, estranhos ou inóspitos pelo mundo afora, bem como lendas, eventos e outros assuntos inusitados.

Veja mais em Navios

Vlora, o navio de refugiados La Nave Dolce

Magnus Mundi23 de julho de 2018

Os naufrágios do lago Huron

Magnus Mundi5 de maio de 2018

Os navios enterrados sob as ruas de São Francisco

Magnus Mundi22 de fevereiro de 2018

O navio sobre o penhasco em Jeongdongjin

Magnus Mundi22 de dezembro de 2017

A arte de camuflar navios na guerra

Magnus Mundi26 de setembro de 2017

O busto indestrutível de Pablo Iglesias

Magnus Mundi30 de julho de 2017

Royal Clipper, o imponente veleiro de cinco mastros

Magnus Mundi1 de novembro de 2016

A arca de Noé dos tempos atuais

Magnus Mundi30 de abril de 2016

Harmony of the Seas, o colosso dos mares

Magnus Mundi14 de março de 2016
Scroll Up