Em 1886, o Monte Tarawera, perto da cidade de Rotorua, no norte da Nova Zelândia, entrou em erupção. Foi a maior erupção vulcânica da Nova Zelândia e matou mais de cem pessoas, e os famosos Terraços Rosa e Branco da ilha desapareceram sob as águas do Lago Rotomahana. Deixou uma enorme cratera, mas a natureza tinha outros planos para o lugar. Menos de 130 anos depois, a Nova Zelândia é a orgulhosa proprietária da maior fonte termal do mundo.

Os moradores locais deram um nome sugestivo ao lugar: Frying Pan Lake (Lago da Frigideira). Embora só preencha parte da cratera feita pela explosão de Tarawera, o lago de fundo plano, tem uma profundidade de seis metros, mas as aberturas que conduzem a ele costumam ser três vezes maiores.

O magma está em algum lugar abaixo, perto o suficiente para que um sistema hidrotérmico seja criado ao redor do lago, na área conhecida como Vale Vulcânico Waimangu. Embora a temperatura média do lago esteja em torno de 50 °C, as áreas mais quentes estão quase fervendo. Como resultado, vapor e vários gases nocivos são constantemente liberados do Lago da Frigideira.

Junto ao lago existe uma formação natural que se assemelha (e serve) a uma grande chaminé. Algas azuis / verdes proliferam ao longo das margens do lago. A cor laranja é a queratina que eles produzem para se proteger da luz ultravioleta.

A água é ácida com um pH médio de 3,5, o que significa que não deve ser utilizada como água potável. O lago parece estar constantemente fervendo, mas é o gás, principalmente dióxido de carbono e sulfeto de hidrogênio, que lhe dá essa aparência.

No entanto, existem áreas realmente ferventes sob a água, onde as aberturas no leito do lago liberam água que é realmente escaldante. A evaporação, convecção e irradiação de calor garantem que seja muito mais frio ao chegar à superfície.

No total, o Lago Frying Pan cobre uma área de 38.000 metros quadrados e é alimentado por inúmeras fontes ácidas. Considerando que o lago tem pouco tempo, é surpreendente como a mata nativa cresce quase até a borda da maior fonte termal do mundo.

Fontes: 1 2 3

Postagens por esse mundo afora

Leia também:

Spotted Lake, o incrível lago manchado do Canadá

O lago perdido do Oregon

London Bridge, a ponte de Londres que foi parar na América

Visualização desde 2014: 23 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Faça um comentário

Seu email não será publicado