Animais

Íbex, a cabra escaladora de barragens

Íbex, a cabra escaladora de barragens

O Íbex (Capra ibex), também conhecidas como íbex-dos-alpes ou cabra-montês são grandes cabras que habitam as regiões montanhosas dos alpes europeus e da Ásia, em zonas de vegetação esparsa, onde os predadores não podem alcançar. Elas ocupam terreno íngremes e rochosos acima da copa das árvores, entre dois a três mil metros acima do nível do mar.

Íbex, a cabra escaladora de barragens

Crédito da foto: Adriano Migliorati

Os machos do íbex-dos-alpes atingem cerca de 1 metro de altura e 100 quilos de peso e apresentam cornos longos e encurvados que podem medir até 1 metro. As fêmeas são menores, em torno de metade do tamanho dos machos, tendo chifres menores. Os sexos vivem em separado, em manadas de machos e fêmeas com crias, e só se juntam na época de reprodução que decorre no Outono. O íbex pode viver por cerca de vinte anos.

As cabras montesas são um gênero de artiodáctilos da família dos caprinos. Por um lado, todas as espécies de cabras montesas têm muitas semelhanças, por outro lado, são muito mutáveis. Por esta razão, os cientistas ainda não podem determinar com precisão quantas espécies desses animais existem na natureza: alguns acreditam que existem apenas 2-3 deles com muitas subespécies, outros acreditam que existem 9-10 espécies de cabras montesas.

Durante a primavera e o verão, o íbex vive entre as coníferas e os prados onde há bastante grama para se alimentar. Antes que a primeira neve caia, o íbex tem que engordar e construir reservas que os ajudam a viver o inverno alpino. Uma vez que o inverno cheguem o íbex se retira para a segurança de seu habitat em alta altitudes.

Como muitos herbívoros, o íbex carece de sal e outros minerais essenciais em sua dieta, que não conseguem obter só comendo grama. Então, o animal procura lugares que contenha esse nutriente. Na primavera, quando a necessidade de são maiores, o íbex pode ser visto lambendo as superfícies das rochas em busca de sais lixiviados.

Paredes de barragens de pedras ou de concreto são outra fonte preciosa de sais e minerais. O concreto libera um mineral de cálcio-alumínio chamando etringita como parte do processo de cura do concreto. Até vinte por cento do concreto endurecido é composto de etringita.

Íbex, a cabra escaladora de barragens

Crédito da foto: Paolo Seimandi

Apenas o íbex alpino pode explorar esse recurso. Sendo excelentes alpinistas, o íbex vai escalar a face vertical da parede da represa, usando as pequenas salientes da parede como apoio, para lamber a etringita da superfície da parede. O íbex é capaz de escalar paredes altas, por causa de seus cascos macios e divididos que conseguem agarrar qualquer superfície como uma pinça.

Íbex, a cabra escaladora de barragens

Crédito da foto: Paolo Seimandi

A represa de Cingino, no norte da Itália, não muito longe da fronteira com a Suiça, é um lugar onde é possivel observar as acrobacias que desafiam a gravidade do íbex alpino – mas não é o único lugar. Esse comportamento também foi observado na barragem de Barbellino, na Lombardia, e na represa do Lago della Rossa, em Valli di Lanzo, Piemonte.

Na Idade Média, era atribuído ao íbex um poder miraculoso de cura para quase todas as doenças, sendo usado pela medicina, praticamente tudo do animal, sangue, pelo e até os excrementos. Como resultado de caça excessiva e vários conflitos armados na região, o íbex dos Alpes quase se extinguiu no início do século 19. O importante papel dos íbex na vida dos povos da Ásia e da Europa é refletido com seu nome em uma das constelações zodiacais – a constelação de Capricórnio.

Em 1816, os últimos animais que viviam na área de Gran Paradiso foram protegidos, mas a caça furtiva continuou. A situação da espécie degradou-se até 1854, quando o rei Vítor Emanuel II da Itália colocou os últimos exemplares sob a sua proteção pessoal. A população recuperou, graças a esforços de conservação e programas de reprodução em cativeiro, e foi reintroduzida na natureza. Atualmente existem cerca de 30 000 exemplares, não sendo considerada uma espécie ameaçada.

Íbex, a cabra escaladora de barragens

Crédito da foto: Adriano Migliorati

Fontes: 1 2 3

Leia também: As cabras escaladoras do Marrocos

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 135 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor

Faça nosso trabalho valer a pena. Deixe seu comentário!

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Animais

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Veja mais em Animais

Mocha Dick, a baleia que inspirou Moby Dick

Magnus Mundi17 de junho de 2019

O exótico café Jacu Bird

Magnus Mundi4 de junho de 2019

As incomuns escadas de gatos da Suíça

Magnus Mundi19 de maio de 2019

Ilha Stephen, onde os gatos deram fim a uma espécie de ave

Magnus Mundi10 de abril de 2019

Bracken Bat Cave, a maior colônia de morcegos do mundo

Magnus Mundi7 de março de 2019

Globsters: quando monstros marinhos encalham nas praias

Magnus Mundi12 de fevereiro de 2019

Dindim, o pinguim que sempre retorna para quem o ajudou

Magnus Mundi10 de dezembro de 2018

Ant mill, as espirais da morte das formigas

Magnus Mundi8 de dezembro de 2018

O pântano de sangue da ilha de Ramree

Magnus Mundi6 de dezembro de 2018

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up