Arquitetura

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage é uma pequena cidade à beira mar de 2.959 habitantes (censo 2010) na costa norte da França, voltada para o Canal da Mancha. Até o início do século 20, Equihen Plage era uma aldeia de pescadores com um porto seco – os barcos ficavam na praia e eram lançados ao mar, deslizando-os sobre toras. Atualmente, a aldeia é famosa por ter muitas casas construídas em forma de barcos virados, conhecidos como “quilles en l’air“, que são alugadas para turistas em férias.

No passado, era fácil encontrar barcos velhos e sem uso que foram utilizados na pesca de arenques, abandonados ao longo da costa. Eles então eram arrastados para a colina e invertidos, e seus cascos eram reformados. Os barcos então, serviam de moradias às famílias mais pobres. No clássico romance do escritor inglês, Charles Dickens, David Copperfield, o escritor descreve como um personagem vivia num antigo barco virado em Yarmouth na Inglaterra.

Na reforma do casco que se tornou o telhado, ele recebia uma cobertura de alcatrão, para que não permitisse a entrada de água. Uma porta era cortada em um dos lados, e eram feitas pequenas janelas para a entrada de ar e iluminação. Dependendo do tamanho do barco, todo o comprimento, servia apenas como um quarto e com um pequeno espaço para cozinhar, mas famílias de três ou quatro pessoas vivem neles. Durante a Segunda Guerra Mundial, praticamente todas essas moradias foram destruídas, sendo bombardeadas pelo alemães.

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Crédito da foto: Joel Herbez

Na década de 1990, cerca de sessenta anos depois dessa tradição dos barcos virados sumirem da costa, a cidade decidiu reviver o antigo costume de utilizar barcos virados como moradia, como um forma de dar personalidade a cidade, bem como ser uma atração turística. Essas moradias atualmente tem todo o conforto possível e muitas, melhores que quartos de hotéis. Seus donos as alugam aos turistas com preços a partir de trezentos euros.

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Site oficial da cidade: www.ville-equihen-plage.fr

Fontes: 1 2 3

“A vida é como andar de bicicleta. Para ter equilíbrio, você tem que se manter em movimento”. – Albert Einstein

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 159 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquitetura

Me chamo Julio Cesar, e moro no litoral de Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, que tem como objetivo descrever lugares curiosos, estranhos ou inóspitos, bem como lendas, eventos inusitados pelo mundo afora.

Veja mais em Arquitetura

Ilhas Astronautas, as ilhas camufladas da Califórnia

Magnus Mundi4 de Abril de 2018

Sentinelas da Bretanha

Magnus Mundi31 de Março de 2018

The Wall, a estrutura contra o vento de Fermont

Magnus Mundi19 de Março de 2018

Tianducheng: A falsa Paris na China

Magnus Mundi10 de Fevereiro de 2018

Seaweed House, as casas de algas da Ilha de Læsø

Magnus Mundi10 de Fevereiro de 2018

Coconut Palace, o Palácio de Coco em Manila

Magnus Mundi5 de Fevereiro de 2018

Bailong: O mais alto elevador panorâmico do mundo

Magnus Mundi11 de Janeiro de 2018

O navio sobre o penhasco em Jeongdongjin

Magnus Mundi22 de dezembro de 2017

A igreja Sagrada Família de Gaudí

Magnus Mundi11 de dezembro de 2017