Arquitetura

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage é uma pequena cidade à beira mar de 2.959 habitantes (censo 2010) na costa norte da França, voltada para o Canal da Mancha. Até o início do século 20, Equihen Plage era uma aldeia de pescadores com um porto seco – os barcos ficavam na praia e eram lançados ao mar, deslizando-os sobre toras. Atualmente, a aldeia é famosa por ter muitas casas construídas em forma de barcos virados, conhecidos como “quilles en l’air“, que são alugadas para turistas em férias.

No passado, era fácil encontrar barcos velhos e sem uso que foram utilizados na pesca de arenques, abandonados ao longo da costa. Eles então eram arrastados para a colina e invertidos, e seus cascos eram reformados. Os barcos então, serviam de moradias às famílias mais pobres. No clássico romance do escritor inglês, Charles Dickens, David Copperfield, o escritor descreve como um personagem vivia num antigo barco virado em Yarmouth na Inglaterra.

Na reforma do casco que se tornou o telhado, ele recebia uma cobertura de alcatrão, para que não permitisse a entrada de água. Uma porta era cortada em um dos lados, e eram feitas pequenas janelas para a entrada de ar e iluminação. Dependendo do tamanho do barco, todo o comprimento, servia apenas como um quarto e com um pequeno espaço para cozinhar, mas famílias de três ou quatro pessoas vivem neles. Durante a Segunda Guerra Mundial, praticamente todas essas moradias foram destruídas, sendo bombardeadas pelo alemães.

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Crédito da foto: Joel Herbez

Na década de 1990, cerca de sessenta anos depois dessa tradição dos barcos virados sumirem da costa, a cidade decidiu reviver o antigo costume de utilizar barcos virados como moradia, como um forma de dar personalidade a cidade, bem como ser uma atração turística. Essas moradias atualmente tem todo o conforto possível e muitas, melhores que quartos de hotéis. Seus donos as alugam aos turistas com preços a partir de trezentos euros.

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Equihen Plage, a vila dos barcos virados

Site oficial da cidade: www.ville-equihen-plage.fr

Fontes: 1 2 3

“A vida é como andar de bicicleta. Para ter equilíbrio, você tem que se manter em movimento”. – Albert Einstein

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 144 vezes

Deixe seu comentário! Faça nosso trabalho valer a pena!
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arquitetura

Me chamo Julio Cesar, e moro no litoral de Santa Catarina. Sou o idealizador do site Magnus Mundi, que tem como objetivo descrever lugares curiosos, estranhos ou inóspitos, bem como lendas, eventos inusitados pelo mundo afora.

Veja mais em Arquitetura

Tianducheng: A falsa Paris na China

Magnus Mundi10 de Fevereiro de 2018

Seaweed House, as casas de algas da Ilha de Læsø

Magnus Mundi10 de Fevereiro de 2018

Coconut Palace, o Palácio de Coco em Manila

Magnus Mundi5 de Fevereiro de 2018

Bailong: O mais alto elevador panorâmico do mundo

Magnus Mundi11 de Janeiro de 2018

O navio sobre o penhasco em Jeongdongjin

Magnus Mundi22 de dezembro de 2017

A igreja Sagrada Família de Gaudí

Magnus Mundi11 de dezembro de 2017

Haohan Qiao, a ponte dos homens bravos na China

Magnus Mundi7 de dezembro de 2017

Yanweizhou, o parque ecológico da China

Magnus Mundi24 de novembro de 2017

Heródio, a fortaleza do rei Herodes

Magnus Mundi11 de novembro de 2017