Inusitados

Libreria Acqua Alta, a livraria inundada de Veneza

Libreria Acqua Alta, a livraria inundada de Veneza

Veneza é uma cidade no norte da Itália com cerca de 272 mil habitantes, situada sobre um grupo de 117 pequenas ilhas separadas por canais e ligadas por pontes e famosa pela beleza de sua arquitetura e obras de arte. Uma parte da cidade está listado como Patrimônio Mundial, juntamente com sua lagoa.

Durante os meses mais frios do ano, entre o outono e a primavera, ocorre em Veneza um fenômeno chamado Acqua Alta, quando periodicamente a cidade é inundada por marés altas que ocorrem no norte do Mar Adriático, e que aumenta o nível da água em quase um metro e em certos casos, como em 1966, pode subir 1.80 metros acima do nível normal, inundando 96% da cidade. As inundações geralmente duram de três a quatro horas, durante o qual, a água dos canais transbordam, invadindo ruas, casas e lojas e entre elas, na área Castello de Veneza, há uma livraria um tanto inusitada.

A Libreria Acqua Alta, fundada em 2004 por Luigi Frizzo à primeira vista pode parecer uma bagunça, um caos total, com mais de 100.000 livros, mapas, quadros, gatos e outros objetos espalhados por todo o ambiente. E é mesmo, mais aí é que reside o charme do lugar e que acabou tornando-se uma atração para os venezianos e os turistas. Como a livraria é inundada pela Acqua Alta, muitos livros são mantidos preventivamente dentro de barcos, banheiras e gôndolas, e provavelmente deve ser o único lugar do mundo, onde você vai encontrar uma grande variedade de livros novos e usados dispostos assim. O ambiente e a atmosfera contribuem para tornar o lugar fascinante e misterioso, mas a enorme quantidade de livros em todas as línguas, também desempenham o seu papel.

Na entrada principal pela rua Calle Lunga Santa Maria Formosa perto da Piazza San Marco, enciclopédias antigas ou volumes grossos que ninguém compra mais, foram transformados em objetos de decoração, com duas pilhas cobrindo toda a parede, em cada lado do beco que chega a entrada da livraria, e nos fundos dela, uma abertura dá acesso direto ao canal e um texto bem humorado “fire exit” escrito na parede, informa que ali seria a saída de emergência em caso de incêndio. Cadeiras e sofás estão dispostos, para quem quer ler um livro e apreciar o canal e a inundação entrando lentamente na livraria. A livraria também oferece aos visitantes uma visão diferente dos canais, a partir de uma escada feita de livros.

Mas os livros e banheiras não são a única razão para visitar a livraria, que muitos chamam como a “A livraria mais bonita no mundo.” Os visitantes também podem maravilhar-se com gatos, que fizeram da loja sua residência, tornando-se os mascotes do lugar.

Libreria Acqua Alta, a livraria inundada de Veneza

Luigi Frizzo | Crédito da foto

Fontes: 1 2 3

“Tudo o que o homem não conhece não existe para ele. Por isso, o mundo tem para cada um o tamanho que abrange o seu conhecimento”. – Carlos Bernardo González Pecotche

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 475 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Inusitados

Curioso desde sempre, queria um lugar para guardar às curiosidades de lugares e histórias inusitadas que lia em livros ou pela internet e assim nasceu o site Magnus Mundi em 2015. Me chamo Julio Cesar, sou natural de Blumenau e morador de Porto Belo, litoral de Santa Catarina.

Veja mais em Inusitados

La Piedra Del Peñol, um imenso monolito colombiano

Magnus Mundi28 de agosto de 2019

A solitária capela dentro do vulcão de Santa Margarida

Magnus Mundi24 de agosto de 2019

Lago de Monet, a lagoa onde a arte ganha vida

Magnus Mundi23 de agosto de 2019

Os bunkers do Dia do Juízo Final em Dakota do Sul

Magnus Mundi11 de agosto de 2019

Ponte De Le Tette, a Ponte dos Seios de Veneza

Magnus Mundi6 de agosto de 2019

Scheendijk, as ilhas estreitas em Loosdrecht, na Holanda

Magnus Mundi23 de julho de 2019

O telescópio Leviatã de Parsonstown

Magnus Mundi9 de junho de 2019

Porto Flavia, o porto incomum da Sardenha

Magnus Mundi5 de junho de 2019

Gilbert Hill, o monólito insólito de Mumbai

Magnus Mundi29 de maio de 2019

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up