O cemitério de Shirokorechenskoe, localizado na periferia sudoeste de Yekaterinburg, na Rússia, é o local de descanso final de muitos russos famosos, incluindo artistas, cientistas e heróis da Segunda Guerra Mundial, muitas vezes adornado com esculturas funerárias incomuns, lápides incrustadas de pedras preciosas e gravuras a laser do falecido.

Mas em uma seção particular do cemitério, entre os pinheiros, existem alguns monumentos funerários mais elaborados. Enormes lápides de granito com grandes entalhes fotorrealistas retratando homens endurecidos em ternos caros e jaquetas de couro.

Esses personagens costumam exibir correntes de ouro e tatuagens, ou seguram cigarros ou as chaves de seus Mercedes, muitas vezes retratados no fundo da lápide. Também podem estar acompanhados da namorada, esposa ou mãe. Essas tumbas extravagantes pertencem a gangsteres que morreram de forma violenta durante as “guerras entre gangues” dos turbulentos anos 90.

Com o colapso da União Soviética e a rápida transição para uma economia de mercado livre, todo o bloco soviético, e a Rússia em particular, passou por um período de anarquia, que causou uma forte expansão do crime organizado. O jornalista americano James Ruth explica a atormentada transição da Rússia para a democracia e a ascensão da máfia:

Muitas das oportunidades para o crescimento do crime organizado na Rússia após 1991 podem ser atribuídas apenas à débil transição do governo para uma economia de mercado. Nesse período, o governo falhou em fazer qualquer mudança estrutural nas políticas relativas à transparência, responsabilidade e direitos dos acionistas, deixando uma linha vaga entre o legal e o ilegal (Webster, 2000, 32). A ausência de transparência nas operações comerciais permitiu que o crime organizado ocultasse suas ações ilegais da ação penal. A falta de responsabilidade fez com que, quando algo fosse considerado questionável, ninguém fosse responsabilizado por isso.. ”

A cidade de Yekaterinburg, durante a década de 1990, tornou-se um dos principais centros do crime organizado na Rússia: duas gangues lutaram ferozmente pelo controle da cidade. Um era o grupo conhecido como Uralmash, porque seus integrantes vinham de um bairro próximo ao Uralmash, uma fábrica de máquinas pesadas.

A gangue nasceu no final dos anos 80, e se consolidou durante o período de transição da economia russa, assumindo o controle de várias empresas na cidade, incluindo a famosa fábrica que deu seu nome. Os lucros obtidos ilegalmente foram reinvestidos em atividades legítimas, aumentando ainda mais a força do grupo.

A gangue Uralmash travou violentas guerras internas e entrou em conflito com outra associação criminosa da cidade, chamada Gangue Central (Central Gang). A guerra entre essas duas gangues foi tão violenta, que muitos de seus integrantes, de ambos os lados, acabaram no cemitério!

Os líderes da Gangue Central foram quase todos enterrados no cemitério de Shirokorechenskoe, e suas lápides não apenas mencionam os nomes, mas também os apelidos e as habilidades particulares, por exemplo, lê-se “um especialista em arremesso de faca” e outro “possuído habilidades mortais de luta com os punhos ”. Suas lápides eram decoradas da maneira mais extravagante, exibindo imagens dos falecidos vestidos à moda gangster clássica dos anos 90.

No final da década, muitos líderes da máfia sobreviventes se endireitaram e legitimaram seus negócios, e até formaram um partido político. Esses ex-membros de gangues agora possuem shoppings, hotéis e bares em Yekaterinburg. No entanto, alguns ainda estão envolvidos em atividades criminosas e extorsão.

De acordo com uma estimativa recente, cerca de 30% da economia russa ainda está nas mãos do crime organizado. Enquanto os chefes da máfia e seus parentes quase sempre são retratados com roupas caras, os jovens que pertenceram aos trabalhadores violentos são retratados com jaquetas de couro, calças largas e tênis.

O cemitério de Shirokorechenskoe, com suas lápides incomuns, não é apenas o local de descanso eterno dos cidadãos de Yekaterinburg, mas conta, talvez melhor do que palavras, um pedaço da história recente da Rússia!

Fontes: 1 2

Postagens por esse mundo afora

Leia Também:

Narcotumbas, os mausoléus faraônicos dos criminosos mexicanos

Bonnie e Clyde, a dupla infernal

Visualização: 68 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Faça um comentário

Seu email não será publicado