Arte

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller
Os incríveis insetos de Alfred Keller

Alfred Keller

Na primeira metade do século passado, um ferreiro alemão chamado Alfred Keller (1902-1955) começou a confecção de algumas da mais surrealistas esculturas que o mundo já tinha visto – obras delicadas, que levaram meses cada uma para serem concluídas.

Essas incríveis criações, minuciosas nos detalhes, rivalizavam até com peças mais criativas de artistas contemporâneos, como Salvador Dali. Mas não eram inspiradas por alguma visão induzida por absinto ou outra bebida proibida, ou por um ataque de loucura.

Na realidade, a musa de Keller foi a própria natureza – e apesar de algumas de suas peças se parecerem com criaturas tiradas de algum filme de ficção científica, são baseadas em insetos reais.

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Bocydium globulare

Como funcionário do Museu de História Natural de Berlim na Alemanha, Keller foi encarregado de criar modelos realistas de insetos em escala maior para serem expostos no museu – um desafio que ele levou muito, muito a sério. O artesão trabalhou incansavelmente na criação de seus insetos assustadores, e utilizando materiais comuns. Keller trabalhou primeiro em plastilina (massa de modelar), a partir do qual ele moldou um modelo em gesso. Este modelo de referência de gesso, ele então reformulou em escala maior em papel machê. Alguns detalhes foram moldados em cera. Asas e cerda foram feitas em celuloide e galatile (um material plástico natural derivado do leite e muito utilidade em joias, botões, fichas, etc…).

Só para ter uma ideia, uma mosca (Musca domestica) feita em 1932 e com um tamanho de quase um metro, tem 2.653 cerdas. Keller trabalhou nos insetos até a sua morte prematura com 53 anos em 1955, e conseguiu criar um número de peças que impressionam a todos, inclusive biólogos renomados pela sua precisão científica e beleza.

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Bocydium globulare

Infelizmente a maioria das peças de Keller foram destruídas pelos bombardeios a cidade de Berlim, durante a Segunda Guerra Mundial. Algumas peças resgatadas estão agora sendo exibidas no Museu de Arte Contemporânea em Berlim, entre elas, uma cigarra brasileira (Bocydium globulare), que carrega na cabeça um apêndice estranho de quatros bolas, que ninguém sabe ao certo para que serve. O inseto real não ultrapassa o comprimento de 6 mm e se alimenta de seiva de plantas, o modelo de Keller é ampliado 180 vezes. Há também o besouro da batata (Leptinotarsa decemlineata), um inseto invasivo originário da América do Norte e introduzido na Europa em 1922 e conhecido pelos danos causados as plantações de batatas. Se acredita que a Alemanha nazista de Adolf Hitler realizou pesquisa com o besouro da batata para ser usado como arma biológica, e que os Estados Unidos utilizaram “bombas” desses insetos em plantações na Alemanha Oriental e na Rússia após a guerra.

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Bocydium globulare

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Bocydium globulare

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Bocydium globulare

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Musca domestica

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Musca domestica

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Musca domestica

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Pulex irritans

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Pulex irritans

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Pulex irritans

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Culex pipiens

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Culex pipiens

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Culex pipiens

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Culex pipiens

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Culex pipiens

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Sitophilus granarius

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Sitophilus granarius

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Sitophilus granarius

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Sitophilus granarius

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Myrmica rubra et puceron

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Myrmica rubra et puceron

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Myrmica rubra et puceron

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Leptinotarsa decemlineata

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Leptinotarsa decemlineata

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Os incríveis insetos de Alfred Keller

Fontes: 1 2 3

“Há mais mistérios entre o Céu e a Terra do que sonha a nossa vã filosofia.” – William Shakespeare

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 107 vezes

Deixe seu comentário! Faça nosso trabalho valer a pena!
Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado
Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Arte

Lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Veja mais em Arte

Os gigantes esquecidos de Thomas Dambo

Magnus Mundi7 de maio de 2017

Verity, a estátua polêmica da mulher grávida

Magnus Mundi30 de abril de 2017

Pequeno cão marrom, memorial contra o sofrimento dos animais

Magnus Mundi25 de março de 2017

Castanha de oração, um raro objeto de fé

Magnus Mundi16 de fevereiro de 2017

Os menores monumentos do mundo

Magnus Mundi25 de janeiro de 2017

Ecce Homo, a restauração fracassada que salvou uma cidade

Magnus Mundi20 de janeiro de 2017

O grande Buda de Leshan

Magnus Mundi30 de dezembro de 2016

Irish Sky Garden Crater, o jardim do céu

Magnus Mundi26 de dezembro de 2016

Tombili, o gato de Istambul que virou meme ganhou uma estátua

Magnus Mundi9 de outubro de 2016