Estradas

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Imagine um caminho com mais mil quilômetros de extensão sem curvas, através de uma vasta planície inexpressiva com paisagens repetitivas e centenas de quilômetros entre cidades ou mesmo postos de combustíveis e restaurantes! Essa é a Eyre Highway, a estrada que liga a Austrália Ocidental ao sul do país através da planície de Nullarbor, uma área de 200.000 quilômetros de terreno plano e sem árvores.

Sem colinas ingrimes, rios ou lagos para ultrapassar, a rodovia foi construída como uma estrada reta que se estende por 1.675 quilômetros da cidade de Port Augusta no leste, até Norseman, no oeste, e inclui o que é considerado um dos maiores trecho de estrada reta do mundo, que são 145,6 quilômetros, entre as pequenas comunidades de Balladonia e Caiguna.

Já a maior estrada reta do mundo é a Highway 10, que fica na Arábia Saudita com 260 quilômetros. Os 1.675 quilômetros desta rodovia fazem parte da Highway 1, a maior estrada nacional do mundo, que liga os seis grandes estados australianos e suas principais cidades. São 14.500 quilômetros de estrada que margeia o país pelo litoral.

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Um conjunto de sinais de trânsito a oeste do Nullarbor Roadhouse, Austrália do Sul, alerta de camelos, wombats e cangurus que cruzam a Eyre Highway pelos 96 km seguintes em direção oeste. | Crédito da foto

Eyre Highway é uma rodovia asfaltada que pode ser melhor descrita como uma estrada longa e solitária. Enquanto na parte oriental, se pode encontrar algumas cidades como Kimba, Wudinna e Ceduna, a parte ocidental são quase desprovido de vida. Esta seção está quase inteiramente na planície de Nullabor, palavra esta que deriva do latim e quer dizer, sem árvores (nullus = não e arbor = árvore). A vegetação é rasteira e a terra é calcária, combinação que proporciona um verdadeiro clima de deserto.

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Mapa Eyre Highway

A visão típica é de uma rodovia reta em um terreno plano e praticamente imutável, com poucas ondulações na pista e sem absolutamente nada para ver. Não importa para onde se olhe, não há montanhas ou colinas; apenas uma terra plana aparentemente interminável. Espalhados ao longo de toda a extensão da rodovia, a cerca de 200 a 300 quilômetros de distância, estão as estações de estradas que fornecem serviços básicos, como combustíveis, alimentos, bebidas, acomodações e reparos, mas nem todos estão abertos 24 horas.

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Muitos consideram cruzar a planície de Nullarbor uma longa e chata jornada que deve ser percorrida o mais rápido possível. | Crédito da foto

Por falta de tráfego, algumas partes da rodovia servem como pista de pouso de emergência para o Royal Flying Doctor Service, e tais seções são sinalizadas com pinturas no asfalto. Entre Balladonia e Caiguna, a estrada se estende por 145,6 quilômetros sem curvas. Essa parte da rodovia, comumente conhecida com “90 Mile Straight” (a reta de 90 milhas), é considerada a estrada reta mais longa da Austrália e uma das mais longas do mundo.

O primeiro europeu a cruzar a planície, foi o explorador inglês Edward John Eyre, em junho de 1841. Ele teve muitas dificuldades em sua jornada e posteriormente descreveu o lugar como “uma horrível anomalia, uma mancha na face da natureza, o tipo de lugar em que se entra em sonhos ruins“. O explorador sobreviveu a aventura de um ano, comendo lagartos e extraindo água de raízes.

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Extremidade oriental da planície de Nullarbor. | Crédito da foto

Mesmo com todas as dificuldades, o sucesso da jornada de Edward inspirou muitos a seguir seus passos, incluindo Arthur Charles Jeston Richardson, que em 1896, se tornou o primeiro ciclista a atravessar a planície de Nullarbor em 31 dias e Henri Gilbert, a primeira pessoa a atravessar a Austrália, cruzando a planície a pé e sem equipe de apoio. Atravessar o Nullarbor, pela Eyre Highway, para muitos australianos tornou-se um verdadeiro desafio, onde se pode sentir na pele como é ser um outback australiano.

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Uma seção da Eyre Highway como vista de um avião. | Crédito da foto

A construção da rodovia começou em julho de 1941, exatamente cem anos após o tremendo feito de Edward John Eyre, e foi a obra foi concluída em seis meses. Desde 1976, a Eyre Highway é toda pavimentada, com um composto que é chamado de “selo”, onde foram utilizados vários materiais na composição do pavimento, como concreto, betume, asfalto e outros e ela em muitos lugares, corre ao lado da trilha original de cascalho, que foi utilizada para cruzar a vasta região nos anos de 1940.

Ao longo do caminho, há vários pontos turísticos, como os penhascos conhecidos como Bunda Cliffs, que caem verticalmente por 100 metros ou mais da planície em direção às águas do Oceano Austral na Grande Baía Australiana. Bunda Cliffs faz parte da maior linha ininterrupta de falésias do mundo.

Também por aquelas bandas, se pode encontrar a Dingo Fence, que é considerada a cerca mais longa do mundo, com 5.614 quilômetros de extensão, construída no século 19, para conter os dingos, um cachorro nativo da região. A cerca no entanto, corre ao lado da Eyre Highway apenas uma pequena parte dela. Outros locais de interesse ao longo do caminho incluem Newman e Afghan Rocks, perto de Balladonia, o Eyre Bird Observatory, a caverna Cocklebiddy, o mirante panorâmico Madora Pass, que é usado para observar as baleias na baía, entre outros.

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Esta parte da rodovia também é usada pelo Royal Flying Doctor Service como uma pista de emergência. | Crédito da foto

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

A reta de 90 milhas | Crédito da foto

Eyre Highway, a mais longa e solitária estrada da Austrália

Os penhasco de Bunda Cliff | Crédito da foto

Fontes: 1 2 3

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 934 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo, informando o que sentiu ao ler este artigo?
  • Fascinado
  • Contente
  • Entediado
  • Indiferente
  • Decepcionado

Faça nosso trabalho valer a pena. Deixe seu comentário!

Clique para adicionar um comentário

Faça um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Estradas

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Veja mais em Estradas

Trilha Inca, um dos maiores feitos de engenharia das Américas

Magnus Mundi26 de abril de 2019

Passo do Stelvio, a estrada em zigue-zague da Itália

Magnus Mundi13 de abril de 2019

Passage du Gois, a estrada das marés

Magnus Mundi20 de fevereiro de 2019

Rodovia Transamazônica, a estrada da integração nacional

Magnus Mundi13 de dezembro de 2018

Baldwin Street, considerada a rua mais inclinada do mundo

Magnus Mundi1 de junho de 2018

Cardrona Bra Fence, curiosa cerca dos sutiãs

Magnus Mundi16 de abril de 2018

Gate Tower Building, o edifício atravessado por uma rodovia

Magnus Mundi16 de julho de 2016

Uma ferrovia no Nariz do Diabo

Magnus Mundi4 de junho de 2016

O viaduto em espiral Brusio na Suiça

Magnus Mundi7 de maio de 2016

Magnus Mundi é uma revista digital que tem seu conteúdo voltado para lugares, eventos, artes e histórias inusitadas pelo mundo afora

Copyright © 2015 · OceanSite · Desenvolvimento de website e aplicativos para mobiles

Scroll Up