O Pico Cão Grande (Great Dog Peak) é um pico vulcânico em forma de agulha em São Tomé e Príncipe, no Distrito de Caué, na Ilha de São Tomé, no Parque Natural Obô de São Tomé. São Tomé e Príncipe é uma pequena nação composta por duas ilhas – São Tomé e Príncipe – localizada no Golfo da Guiné do Oceano Atlântico equatorial. Ambas as ilhas fazem parte de uma cordilheira vulcânica extinta. São Tomé, a ilha onde se situa o Pico Cão Grande, tem 50 quilômetros de comprimento e 30 quilômetros de largura.

O Pico Cão Grande se eleva dramaticamente mais de 300 metros acima do terreno circundante. O cume está 663 metros acima do nível do mar e geralmente é coberto por nuvens. A aldeia mais próxima é Vila Clotilde, três quilômetros a leste. A sede do distrito de São João dos Angolares fica a nove quilômetros a leste. O Pico Cão Grande é reconhecível por sua ponta pontuda, muitas vezes descrita como uma agulha, e os nativos chamam o Pico de “A Torre Negra“.

É considerado um tampão vulcânico, criado quando a lava de outro vulcão formou magma endurecido sobre a boca de um vulcão ativo. O tampão vulcânico é um fenômeno bastante recente, tendo se formado como parte da linha de vulcões dos Camarões há cerca de três milhões e meio de anos no Plioceno. Sua composição é principalmente fonolito (phonolite, também chamado clinkstone em vernáculo Inglês).

O Pico Cão Grande é o local perfeito para quem deseja um pouco de exotismo e aventura na vida. Porém, o musgo que cresce nas rochas devido ao alto teor de umidade e a presença de cobras tornam a escalada muito difícil. Quando chove em São Tomé, e chove bastante neste terreno tropical, um nevoeiro pesado e espesso cobre-se sobre a serra, tornando a rocha escorregadia, que estão cobertas de musgo. A neblina também torna difícil tirar fotos da torre vulcânica.

A primeira tentativa de escalada ao pico foi em 1975 por uma equipe portuguesa de escaladores, e a primeira escalada com sucesso foi concluída por um grupo de escaladores japoneses (Yosuke Takahashi, Kenichi Moriyama, Naotoshi Agata) em fevereiro de 1991.

É considerado a 37 º montanha mais alta em São Tomé, imagine então, como são as outras montanhas que está ilha tem para oferecer. Este local é ótimo para caminhadas e escaladas. É também fonte de muitas decepções, pois ano após ano, as pessoas tentam e não conseguem chegar ao seu ápice. Além da derrota, o Pico Cão Grande permite aos escaladores ver a paisagem deslumbrante que rodeia a serra.

Com uma atmosfera úmida que rodeia o Pico, não é surpreendente que um emaranhado de floresta saudável e densa rodeie a montanha. Esta área é o lar de muitas criaturas exóticas e vida selvagem, mas principalmente, há um excesso de cobras em toda a extensão.



Fontes: 1 2

Visualização desde 2014: 132 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Faça um comentário

Seu email não será publicado