O Acorn Woodpecker é o tipo mais comum de ave da família dos pica-paus que habita as florestas do México e sudoeste dos Estados Unidos. Seu apelido é Pica-pau da bolota (Melanerpes formicivorus) e o habitat desta ave é as florestas de carvalhos, devido as sementes que essa árvore produz e que são conhecidas por bolotas.

O pica-pau da bolota costuma pegar essas sementes ainda verdes e armazena-las para o inverno, enfiando-as em buracos feitos por eles em troncos de árvores.

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

À primeira vista, não tem nada de surpreendente nisso, pois é a forma de estocar de muitas outras aves e animais, mas essa espécie de pica-pau pode acabar armazenando mais de 60.000 sementes numa única árvore, fazendo a mesma parecer ter sido metralhada por uma arma de alta potência.

O Pica-pau da bolota armazenar as sementes, empurrando-as para os sulcos esculpidos à bicadas, nos troncos das árvores que podem ser carvalhos, eucaliptos, pinheiros, sicômoro, e outras árvores mortas. Mas também pode usar qualquer estrutura feita pelo homem para armazenar as sementes, como mourões de cerca, postes de iluminação, paredes de casas e foram encontradas até radiadores de carros abandonados.

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

Só num tanque de água de madeira no Arizona foram recolhidos 220 quilos de bolotas em sua estrutura. Quando o estoque numa área for comido pelo bando de aves, elas vão para outras áreas, e assim, indo do Arizona ao México, escapando do inverno.

Tais aves martelam as sementes na madeira com tanta força que levaria à concussão qualquer outro animal. Mas essa espécie de pica-paus são equipados com excelentes amortecedores naturais que protegem seus cérebros contra danos causados por golpes poderosos rápidos e repetidos, como um cérebro compactado que o impede de espalhar-se pelo crânio, que por si só é composto de osso semelhante a uma esponja compressível para absorver a energia do impacto, bem como um osso alongado da língua que envolve o crânio protegendo o cérebro enquanto ele desacelera.

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

A maioria das espécies de pica-paus bica os troncos das árvores para construir ninhos, exceto o pica-pau da bolota, que faz buracos para armazenar comida.

Geralmente os pica-paus de bolota vivem em bandos pequenos de até 6 a 10 aves adultas, sem contar com os filhotes, e passam o dia todo, sete dias por semana repetindo o trabalho. Cada bando tem seu próprio território de alimentação e reserva de comida, de modo que eles se juntam para proteger o estoque, de outras aves e principalmente dos esquilos.

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

Cada grupo pode ter de 5 a 7 machos que durante a época de acasalamento disputam o direito de acasalar com as fêmeas e mesmo que um seja escolhido, os outros tentam interferir no processo.

O pica-pau da bolota pratica uma criação cooperada que é relativamente raro, de apenas 9% das espécies de aves, onde a maioria dos ninhos tem três machos e duas fêmeas e grupos de até dez ajudantes para cuidar da prole. Curiosamente, essas coalizões de reprodução normalmente são intimamente relacionados.

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

Os machos são muitas vezes irmãos, e as fêmeas geralmente são irmãs. A endogamia é raro, no entanto, o que significa que os co-criadores do sexo oposto quase nunca estão relacionados. Cada bando tem uma área bastante grande, a partir do qual as aves estranhas são expulsas, mesmo que seja da mesma espécie. A defesa do território é obrigação de todos os membros do grupo.

A reprodução é como a dos outros pica-paus, sendo feita sempre no oco de uma árvore. A árvore é escolhida com cuidado e uma vez feito o ninho, a fêmea nunca mais mudará o local durante a vida. Na primavera, todas as fêmeas do grupo vão depositar seus ovos no mesmo ninho, e depois que nascem os filhotes, machos e fêmeas, alternadamente vão cuidar da prole. Os filhotinhos crescerão rapidamente, e nos primeiros meses de idade voarão do ninho.

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

A plumagem dos pica-paus na fase adulta tem cor marrom escuro no dorso, cauda e asas, e inferior – o abdômen, pescoço e cauda – é de um branco acinzentado. A fronte é branca, com um fortíssimo bico preto esverdeado. A maior característica e que os machos tem um topete vermelho, sob a cabeça. Nos indivíduos do sexo feminino, o topete é dividido por faixas brancas.

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

Estes animais guardam sementes durante todo o ano. O dia a dia é esse. Cavar um buraco, buscar a semente, coloca no buraco a bicadas e repetir todo o processo novamente, e nesse meio tempo, proteger o estoque armazenado.

Acreditasse que Walter Lantz tenha se inspirado no pica-pau de bolotas para a criação de seu personagem de desenho animado Pica-pau (Woody Woodpecker), ao mesmo tempo em que padronizou sua aparência com a do pica-pau pilado, que tem uma crista proeminente.

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

Pica-pau da bolota, a ave buraqueira

Artigo publicado originalmente em dezembro de 2015

Fontes: 1 2 3

Postagens por esse mundo afora

Visualização: 1427 vezes

Obrigado por avaliar. Divulgue nas redes sociais, o que achou! .
Ajude a melhorar nosso conteúdo! O que achou do artigo??
  • Ótimo
  • Bom
  • Indiferente
  • Poderia ser melhor
Ajude a melhorar o conteúdo do site. Deixe um comentário

Faça um comentário

Seu email não será publicado